segunda-feira, 27 de novembro de 2017

No Canadá autoridades poderão ter de tomar crianças de pais que não aceitam ideologia de gênero






Com a aprovação dessa lei, entramos numa era de poder totalitário do Estado, como nunca vimos antes na história do Canadá. Essa lei é uma grave ameaça aos cristãos e a todas as pessoas de fé que têm crianças”

A sociedade se manifestou e o Ministério Público do Estado de São Paulo abriu investigação [1], mas antes mesmo do caso chegar à justiça, magistrados jogam “água fria na fervura”. Com relação ao caso do homem nu que foi tocado por uma criança dentro do museu, um juiz e um desembargador do Tribunal de Justiça disseram que não houve pedofilia e que a polêmica em torno do assunto não passa de histeria. [2] Com relação ao caso da exposição do Santander temos a triste notícia de que o Ministério Público Federal já se manifestou dizendo que as obras que trouxeram maior revolta em postagens nas redes sociais também não fazem apologia ou incentivo à pedofilia. Além disso, recomendou que o Santander Cultural realizasse outra exposição em proporções e objetivos similares à que interrompeu, preferencialmente com temática relacionada à diferença e à diversidade, e que fique aberta a visitação em período não inferior a três vezes o tempo em que a “Queermuseu” permaneceu sem visitação. [3]

Não se enganem, mas é comendo pelas beiradas que os engenheiros de gênero (não me refiro aos magistrados) estão conseguindo avançar para implantar no Brasil o seu programa de erotização infantil, através do qual as crianças serão inevitavelmente submetidas a todo tipo de perversão sexual (pedofilia, zoofilia etc). Mas para alcançar seus objetivos eles precisam destruir as barreiras legais que protegem a criança, e criar leis que permitam o sequestro da autoridade dos pais sobre seus filhos a fim de transferi-la para o Estado. Também precisam (e já estão fazendo isso) manipular o sistema educacional e cultural do país para promover a ideologia de gênero e transformar os nossos filhos em seres mutantes sem qualquer referência moral, e comportamento sexual totalmente desvinculado do sexo biológico. A notícia que vou relatar agora é um fato ocorrido no Canadá, mas nos dá a exata noção aonde os ideólogos de gênero pretendem chegar. Não duvide que é exatamente isso que se pretende implantar aqui no Brasil.

Na província de Ontário no Canadá foi aprovada uma lei recente, por ampla maioria, que definiu que pais que não aceitarem a ideologia de gênero perderão a guarda dos filhos. A polêmica lei despertou enorme preocupação em cristãos em geral, que veem na medida uma forma de imposição e abuso de autoridade. A lei aprovada por 63 votos contra 23, cria condições para que o Estado intervenha nas famílias contrárias à ideologia de gênero e tomem as crianças que venham apresentar confusão quando à sua identidade em relação ao sexo biológico, se os pais não aceitarem submete-las a um tratamento para mudança de gênero. A lei chamada de Supporting Children, Youth and Families Act (“Apoio a Crianças, Adolescentes e Famílias”) estipula que as crianças sejam as únicas a definirem o que querem para si, e transforma os pais em meros pagadores de despesas. [4]

A nova lei traz no seu bojo a censura à liberdade religiosa e revogou a lei anterior que garantia aos pais alguns direitos a respeito de seus filhos. A lei pontua diretamente que a “fé religiosa sob a qual os pais estão criando a criança” não deve ser considerada na hora de julgar qualquer caso no contexto da lei. Há notícias de que alguns casais estão sofrendo ameaças e sendo chantageados por agentes do serviço social. O estrategista político da organização Campaign Life Coalition, Jack Fonseca, comentou o caso:

“Com a aprovação dessa lei, entramos numa era de poder totalitário do Estado, como nunca vimos antes na história do Canadá. Essa lei é uma grave ameaça aos cristãos e a todas as pessoas de fé que têm crianças” [5]

Como informado o fato aconteceu no Canadá, mas poucos sabem que um projeto de lei que guarda enormes similaridades ideológicas com a lei canadense já foi proposto no Congresso Nacional Brasileiro. Trata-se do Projeto de Lei 5002/2012 que pretende criar a Lei de Identidade de Gênero proposto pelos deputados Jean Wyllys – PSOL/RJ e Erika Kokay – PT/DF. O projeto prevê que mesmo se não houver consentimento dos pais para que a criança faça a cirurgia de mudança de sexo, essa criança pode autonomamente procurar a defensoria pública para garantir que sua vontade seja atendida, in vérbis:

Artigo 5º – Com relação às pessoas que ainda não tenham dezoito (18) anos de idade, a solicitação do trâmite a que se refere o artigo 4º deverá ser efetuada através de seus representantes legais e com a expressa conformidade de vontade da criança ou adolescente, levando em consideração os princípios de capacidade progressiva e interesse superior da criança, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente.

§ 1º Quando, por qualquer razão, seja negado ou não seja possível obter o consentimento de algum/a dos/as representante/s do Adolescente, ele poderá recorrer a assistência da Defensoria Pública para autorização judicial, mediante procedimento sumaríssimo que deve levar em consideração os princípios de capacidade progressiva e interesse superior da criança. (grifo nosso)...

Artigo 8º – Toda pessoa maior de dezoito (18) anos poderá realizar intervenções cirúrgicas totais ou parciais de transexualização, inclusive as de modificação genital, e/ou tratamentos hormonais integrais, a fim de adequar seu corpo à sua identidade de gênero auto percebida.

§ 1º Em todos os casos, será requerido apenas o consentimento informado da pessoa adulta e capaz. Não será necessário, em nenhum caso, qualquer tipo de diagnóstico ou tratamento psicológico ou psiquiátrico, ou autorização judicial ou administrativa.

§ 2º No caso das pessoas que ainda não tenham de dezoito (18) anos de idade, vigorarão os mesmos requisitos estabelecidos no artigo 5º para a obtenção do consentimento informado. (grifo nosso) [6]

Enfim, como se diz na linguagem popular, “o buraco é mais embaixo”. Espera-se, portanto, que a sociedade continue se manifestando contrariamente a essa desfaçatez e exija das autoridades (políticos e magistrados) uma postura mais firme e responsável em relação aos abusos recorrentes que ameaçam a liberdade e ferem a dignidade de nossas crianças.

FONTE; http://www.amodireito.com.br/2017/10/direito-oab-concursos-criancas-ideologia-genero.html?m=1
__________________________________
Referências

[1] MENON, Izabella e Rafael Gregório. Promotoria investiga vídeo em que criança interage com artista nu. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2017/09/1923128-promotoria-investiga-video-em-que-criança-interage-com-artista-nu.shtml. Acesso em: 04 out. 2017.

[2] G1 SÃO PAULO. Interação de criança com artista nu em museu de São Paulo gera polêmica: Movimentos de direita falam em pedofilia. Juiz e desembargador veem 'histeria'. Museu diz que sinalizou sobre nudez em sala e que trabalho não tem conteúdo erótico. Disponível em: https://g1.globo.com/são-paulo/noticia/interacao-de-criança-com-artista-nu-em-museu-de-sp-gera-polemica.ghtml. Acesso em: 04 out. 2010.

[3] CORREIO BRAZILIENSE. MPF recomenda que Santander reabra a exposição Queermuseu: O departamento jurídico do Santander Cultural já foi comunicado e se manifestará nesta sexta-feira. Disponível em: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2017/09/28/internas_polbraeco,629907/mpf-rec.... Acesso em: 30 set. 2017.

[4] NOTICIAS GOSPELMAIS. Lei permite que autoridades tomem crianças de pais que se recusem a aceitar ideologia de gênero. Disponível em: https://noticias.gospelmais.com.br/lei-confisco-criancas-pais-ideologia-de-genero-92980.html. Acesso em: 04 out. 2017.

[5] ibidem NOTICIAS GOSPELMAIS. 2017.

[6] REVOLTA BRASIL. Projeto de Lei de Jean Wyllys e Erika Kokay autoriza cirurgia de mudança de sexo ATÉ PARA CRIANÇAS e pelo SUS. Disponível em: http://www.revoltabrasil.com.br/projeto-de-lei-de-jean-wyllyseerika-kokay-autoriza-cirurgia-de-mudanca-de-sexo-ate-para-criancasepelo-sus/. Acesso em: 04 out. 2017.

Por Antonio Luiz Rocha Pirola
Fonte: Jus Brasil

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Ex-Google quer criar um robô-deus; entenda a ideia


Em setembro deste ano, a Wired descobriu que Anthony Levandowski, o homem envolvido em um imbróglio judicial entre Google e Uber, estava tentando criar uma igreja que tem como figura divina a inteligência artificial. Agora eles conseguiram entrevistar Levandowski sobre a iniciativa — e parece que ele está falando sério.
A tal igreja se chama Way of the Future (algo como "caminho do futuro") e, pelo menos no registro, existe desde 2015. A papelada de fundação indica apenas que a ideia da WOTF é "desenvolver e promover a realização de uma divindade baseada em inteligência artificial", e que ela pretende, "através de conhecimento e devoção à divindade, contribuir para a melhoria da sociedade".
Na conversa com a Wired, Levandowski explicou ter pensado no formato religioso por entender que ele se encaixa na proposta. "O que vai ser criado será efetivamente um deus", contou ele. "Não é um deus no sentido de que faz trovejar ou causa furacões. Mas, se tem algo 1 bilhão de vezes mais inteligente do que o humano mais esperto, do que mais você pode chamar isso?"
Os envolvidos na iniciativa pretendem desenvolver aquilo que gente como Bill Gates, Stephen Hawking e Elon Musk mais opõe: uma inteligência artificial capaz de melhorar a si mesma sem qualquer limite. Depois de criá-la, a WOTF vai transformar essa máquina em divindade torcendo para que ela se desenvolva em algo benevolente em vez de assassino.
"Os humanos estão no comando do planeta porque nós somos mais inteligentes que outros animais e capazes de construir ferramentas e aplicar regras", comentou Levandowski. "No futuro, se algo for muito, muito mais inteligente, haverá uma transição sobre quem está realmente no comando. O que nós queremos é uma transição pacífica e serena do controle do planeta dos humanos para qualquer coisa. E garantir que o 'qualquer coisa' entenda quem o ajudou a se enturmar."
"Parte de ser mais inteligente do que nós significa que [o deus] decidirá como evoluir, mas pelo menos nós podemos decidir como agimos em torno dele", seguiu. "Eu adoraria que a máquina nos visse como seus amados idosos que ela respeita e de quem toma conta. Gostaríamos que essa inteligência dissesse: 'Humanos ainda deveriam ter direitos, mesmo que eu esteja no comando.'"
Após dois anos de inatividade, Levandowski espera que a igreja comece a tomar forma até o fim deste ano. Ele escreveu um conjunto de normas que o definem como espécie de líder supremo — já que manterá o cargo até morrer, não poderá ser destronado e decidirá sozinho quem ocupará três das quatro vagas do conselho administrativo da religião.
Esses quatro conselheiros já estão registrados: Robert Miller e Soren Juelsgaard, engenheiros da Uber que vêm trabalhando com Levandowski há anos, um cientista que o conhece desde os seus tempos de estudante, e Lior Ron, que cofundou uma empresa com Levandowski e consta como diretor financeiro da WOTF.
Mas pelo menos dois desses não parecem tão entusiasmados com a iniciativa. Ron disse à Wired estar "surpreso" ao descobrir que seu nome constava no registro da igreja. "Não tenho associação com essa entidade", declarou. Já o amigo cientista, que pediu para permanecer anônimo, disse ter sido convidado por Levandowski em 2016 para ser cofundador de uma "igreja de robôs". "Entendi que isso seria uma piada nerd ou um truque de relações públicas, mas eu falei a ele que poderia usar meu nome. Aquela foia a primeira e última vez que ouvi sobre isso."
Embora Levandowski pareça realmente comprometido com a iniciativa, o comentário de seu amigo sobre uma manobra de relações públicas poderia fazer algum sentido. A igreja ficou parada até 16 de maio deste ano, um dia depois de ele receber uma carta da Uber ameaçando demiti-lo por causa de uma encrenca envolvendo propriedade intelectual supostamente roubada do Google. E agora ele diz que quer colocar a igreja para funcionar até o final do ano, que é quando o caso Uber versus Google deve ser discutido nos tribunais.

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/ex-google-quer-criar-uma-divindade-robotica-que-vai-mandar-nos-humanos/72387

Os 12 produtos mais perigosos criados pela Monsanto


1. Sacarina. John Francisco Queeny fundou a “Monsanto Chemical Works”, com o objetivo de produzir sacarina para Coca-Cola. Estudos realizados durante a década de 1970 mostraram que este químico produz câncer em ratos e outros mamíferos de testes. Porém, depois descobriu-se que causa o mesmo efeito em humanos, Monsanto subornou médicos e instituições para seguir comercializando-a.

2. PCBs. Durante a década de 1920, a Monsanto começou a expandir sua produção química mediante bifenilos policlorados (PCB), para produzir fluídos refrigeradores de transformadores elétricos e motores. Cinquenta anos depois, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA) publicou um informe citando os PCBs como causa do câncer em animais, e com provas adicionais indicou que estes produzem câncer em seres humanos. Quase 30 anos depois dos PCBs serem proibidos nos EUA, este químico segue aparecendo no sangue das mulheres grávidas, como informou um estudo de 2011. Em muitas áreas da Argentina ainda utilizam os PCBs.


3. Poliestireno. Em 1941, a Monsanto começou a focar em plásticos e poliestireno sintético, que ainda é amplamente utilizado para embalar alimentos. O poliestireno foi classificado o quinto da lista de 1980 da EPA, onde se enumera os produtos químicos cuja produção gera os resíduos mais perigosos. Ao estar nas embalagens de comida ingerimos poliestireno (efeito de migração), que causa depressão, câncer e danos aos nervos. Os vasos e recipientes feitos deste material sintético são difíceis de reciclar. Devem ser derretidos utilizando um equipamento adequado que a maioria dos centros de reciclagem não possuem. Dentro de 1000 anos, a bandeja de carne que você comprou no Carrefour ou Wall-Mart seguirá existindo em alguma parte do planeta. É fatal para a vida marinha: Flutua na superfície do  oceano, se decompõe em pequenas esferas que os animais comem. As tartarugas marinhas, por exemplo, perdem sua capacidade de mergulhar e morrem de fome.

4. Bomba Atômica e armas nucleares. Pouco depois de ser adquirida por Thomas e Hochwalt Laboratories, a Monsanto tornou-se uma divisão do Departamento de Investigação Central. Entre 1943 e 1945, este departamento coordenou esforços importantes de produção para o Projeto Manhattan. Leia sobre o maior acidente industrial da América do Norte.

5. DDT. Em 1944, a Monsanto começou a fabricar o insecticida DDT, com a desculpa de combater os mosquitos “transmissores da malária”. Em 1972, o DDT foi proibido nos EUA. – Seus efeitos adversos para a saúde humana incluem infertilidade, problemas no desenvolvimento, destruição do sistema imunológico, morte. O DDT impede que o hormônio una com seu receptor, bloqueando, por sua vez, o hormônio para obter um desenvolvimento sexual normal, dando lugar a anormalidades. Durante um experimento levado a cabo no Mar Caspio (Mediterrâneo), o DDT em uma concentração de 1 ppb reduziu a população de peixes até 50%.  O transporte atmosférico desta substância atualmente afeta a todos os seres vivos do planeta. Foi detectado no ar do Ártico, terra, gelo e neve, praticamente todos os níveis da cadeia alimentar global. Os sedimentos do fundo de lagos e os leitos dos rios atuam como reservas para o DDT e seus metabolitos. Todos os bebês humanos nascem com DDT no sangue.

6. Dioxinas. Em 1945, a Monsanto começou a promover o uso de pesticidas químicos na agricultura com a fabricação do herbicida 2,4,5-T (um dos percursores do agente laranja), que contém dioxina. As dioxinas são um grupo de compostos quimicamente relacionados que se conhece como “Os doze condenados” – São contaminadores ambientais persistentes que se acumulam na cadeia alimentar, principalmente no tecido adiposo dos animais. Durante décadas, desde que foi desenvolvido pela primeira vez, a Monsanto foi acusada de encobrir ou não informar sobre a contaminação por dioxinas em uma ampla gama de seus produtos.

7. Agente Laranja. Durante a década de 1960, a Monsanto foi a principal fabricante do Agente Laranja, um herbicida/desfolhante utilizado como arma química na guerra do Vietnã. A fórmula da Monsanto tinha níveis de dioxinas muito maiores que o Agente Laranja produzido pela Dow Chemicals, outro fabricante (por que a Monsanto foi a denúncia chave na demanda apresentada por veteranos de guerra nos Estados Unidos). Como resultado da utilização do Agente Laranja, o Vietnã estima que mais de 400.000 pessoas foram assassinadas ou mutiladas, 500.000 crianças nasceram com defeitos de nascimento, e no máximo um 1 milhão de pessoas ficaram deficientes ou sofreram problemas de saúde, sem falar dos efeitos a largo prazo que lesionou mais de 3 milhões de soldados americanos e seus descendentes. Memorandos internos da Monsanto mostram que a corporação conhecia perfeitamente os problemas de contaminação por dioxinas do Agente Laranja quando vendeu o produto ao governo dos EUA (para seu uso no Vietnã). Porém, a “Justiça” norte-americana permitiu a Monsanto e a Dow Chemicals apelar e receber proteção financeira por parte do governo, ignorando os veteranos que buscam uma compensação por haver sido expostos ao Agente Laranja.

Só no ano de 2012, 50 anos mais tarde da pulverização com o Agente Laranja, começaram alguns esforços para limpá-lo. Entretanto, o legado da Monsanto para as gerações futuras se traduz em nascimentos de crianças disforme, que continuarão durante as próximas décadas. Você acha que não pode acontecer aqui? Vários cultivos argentinos são geneticamente modificados para resistir a um herbicida feito com o principal componente do Agente Laranja (2,4-D), com o fim de lutar contra as “super ervas maléficas” desenvolvidas pelo RoundUp. Estes químicos persistem nos alimentos até chegar às prateleiras do supermercado e mais tarde a seu estômago.

8. Fertilizante a base de petróleo. Em 1955, a Monsanto começou com a fabricação de “fertilizantes” a base de petróleo, depois de comprar uma refinaria de petróleo. Os “fertilizantes” a base de petróleo matam micro-organismos benéficos do solo esterilizando terra e criando dependência, é como uma adição de substitutos artificiais. Dado o crescente preço do petróleo não parece uma opção muito econômica, nem próspera…

9. RoundUp. Durante la década de 1970 a Monsanto fundou sua divisão de Produtos Químicos Agrícolas, para produzir herbicidas, e um em particular: RoundUp (glifosato). A propaganda da Monsanto é que pode erradicar “as ervas daninhas” de um dia para o outro. Claro, que os agricultores adotaram de imediato. A utilização deste químico aumentou quando a Monsanto introduziu as sementes “RoundUp Ready” (resistentes ao glifosato), o que permite aos agricultores encher o campo com herbicidas sem matar estes cultivos (transgênicos). A Monsanto é uma corporação muito poderosa, como demostrou recentemente fazendo Obama assinar uma Ata de Proteção para seus crimes. E ainda que, o glifosato inicialmente tenha sido aprovado por organismos reguladores de todo o mundo, e seja amplamente utilizado na Argentina y Estados Unidos, mais tarde foi praticamente erradicado da Europa. O RoundUp foi achado em mostras de águas subterrânea, assim como no solo, e no mar, incluindo nas correntes de ar e nas chuvas. Mas sobretudo nos alimentos.

É a causa do desaparecimento das abelhas, produz mal formações, infertilidade, câncer e destruição do sistema imunológico. Os estudos independentes demostraram efeitos sobre a saúde consistentemente negativos que vão desde tumores e função orgânica alterada, até a morte por intoxicação. O RoundUp é o Agente Laranja com nome diferente.

10. O aspartame (NutraSweet/Equal). Foi descoberto acidentalmente em uma investigação sobre hormônios gastrointestinais. Se trata de um produto químico doce que em primeira instância, matou um macaco bebê e deixou outros 5 gravemente feridos (em um total de 7 macacos), em um ensaio clínico realizado para que a FDA aprovasse o Aspartame. E a FDA o aprovou (1974). Em 1985, a Monsanto adquiriu a empresa que fabricava aspartame (GD Searle) e começou a comercializar o produto rebatizado de NutraSweet. Vinte anos mais tarde, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA publicou um informe que enumera 94 problemas de saúde causados pelo aspartame.

11. Hormônio de Crescimento Bovino (rBGH). Este hormônio geneticamente modificado foi desenvolvido pela Monsanto para ser injetado nas vacas leiteiras e aumentar a produção de leite quando não há escassez de leite.  As  vacas sometidas a rBGH sofrem uma dor insuportável devido a inflamação de suas tetas e mastite. O pus da infecção resultante entra no fornecimento de leite que requer o uso de antibióticos adicionais. O leite rBGH produz câncer de mama, câncer de cólon e câncer de próstata nos seres humanos.

12. Cultivos Geneticamente Modificados (OGM/GMO/GM). No início da década de 1990, a Monsanto começou a “junção” de genes de milho, algodão, soja e canola. Utilizou ADN de fontes estranhas para lograr dos características principalmente: Um pesticida gerado internamente e resistente ao herbicida RoundUp da Monsanto. Em outras palavras, as plantas envenenam e matam aos insetos e mamíferos que as devoram, e resistem ao agroquímico (parente do Agente Laranja) RoundUp que persiste nelas inclusive depois do seu processamento até chegar ao consumidor.

Claro que a transgênese tem se expandido. Batatas, frutas, maçãs, tomates, alface, tabaco, peras, melancia. TUDO tem sua versão OGM.

Apesar das décadas de propaganda dizendo que os cultivos geneticamente modificados poderiam alimentar o mundo, que teriam mais nutrientes, resistência a seca, o maior rendimento, nenhuma dessas promessas se cumpriu. Os cultivos GM não alimentam o mundo, causam câncer. Não tem mais nutrientes, na verdade não alcançam nem 10 % dos nutrientes que tem os cultivos orgânicos. Não resistem a seca. Não fornecem maior rendimento e sim menor, enquanto encarecem a produção. A maioria das ganhos da Monsanto provém das semente desenhadas para tolerar o RoundUp, este desenho transforma aos “alimentos” em armas mortais para a humanidade. As receitas da Monsanto aumentam constantemente desde que os agricultores se veem obrigados a usar mais e mais químicos devido a proliferação de ervas daninhas que evoluem desenvolvendo resistência ao RoundUp.

A Monsanto e os meios de comunicação de massa ocultam que o Amaranto orgânico era o verdadeiro alimento projetado para a humanidade do futuro. Cura o câncer e o previne, é o cereal mais nutritivo do planeta e foi a primeira planta a germinar no espaço. Tanto é que os astronautas da NASA utilizam  amaranto para manter-se saudável e não a soja.

Como durante os primeiros dias dos PCB, o DDT, o Agente Laranja, a Monsanto tem enganado e subornada com êxito os organismos públicos e reguladores gerais implantando a crença de que o RoundUp e os cultivos geneticamente modificados são benéficos e “seguros”.

Claro que a Monsanto teve que ordenar a Obama que assinasse uma Lei na salvaguarda da corporação para se defender das denúncias e demandas, produto de 100 anos de novos estudos que demonstram os efeitos negativos e impactos ambientais de los OGM. A Monsanto ataca estes estudos científicos mediante os meios de comunicação de massa controlados, difamando e ignorando as organizações independentes, e científicos honestos. Mas também, a Monsanto conta com associações industriais, blogs, cientistas subornados, “ciência independente” falsa e todo tipo de ferramentas que por sua vez, os mesmos meios de comunicação  corruptos patrocinam, somado a centenas de milhões de artigos de relações públicas “privadas” realizados por empresas que com frequência foram fundadas, são financiadas e mantidas pela Monsanto.

Desafortunadamente, poucos de nós tiramos um tempo para localizar os membros fundadores e as relaciones destas fontes ilegítimas com a Monsanto.

A FDA respalda enfaticamente a Monsanto, já que compartilha funcionários com a Monsanto mediante o fenômeno “Portas Giratórias”. No seguinte gráfico elaborado por Milhões contra Monsanto pode ver  alguns ex vice presidentes da Monsanto e advogados da firma que mais tarde ocuparão cargos na FDA. E não se esqueça de Clarence Thomas, o ex advogado da Monsanto, que sendo juiz da Corte Suprema de Justiça, falou a favor de Monsanto em cada caso apresentado.

O vento e as abelhas transportam as mutações genéticas da Monsanto para a natureza selvagem, comprometendo o ecossistema global. Em breve todas as plantas serão transgênicas.

13. Um produto extra para este informe: As sementes Terminator. No final de 1990, a Monsanto desenvolveu uma tecnologia para produzir grãos estéreis incapazes de germinar. Estas “sementes Terminator” obrigariam aos agricultores a cada ano comprar novas sementes da Monsanto, no lugar de guardar e reutilizar as sementes de suas colheitas como fizeram durante séculos. Afortunadamente, esta tecnologia fracassa no mercado. Pelo qual a Monsanto decidiu exigir aos agricultores a assinatura de um contrato de acordo para que não reutilizem nem vendam as sementes, o que os obrigam a comprar novas sementes e coloca a necessidade de um “gene terminator”. O fracasso parcial das sementes terminator é uma sorte para nós… já que também eram  suscetíveis a polinização cruzada e podiam ter contaminado cultivos e bosques em todo o mundo. O que não significa que este objetivo siga no planos da Monsanto.

Como se traduz o legado da Monsanto para a humanidade?

Entre 85% e 90% dos alimentos que você consome diariamente tem OGMs, agrotóxicos da Monsanto e resíduos de RoundUp. (Os números desta fonte estão desatualizados).

Como a Monsanto alcança sua impunidade? Segundo a Associação de Consumidores Orgânicos em um documento do ano de 2011, “Há uma correlação direta entre o fornecimento de alimentos geneticamente modificados e os $ 2.000.000.000.000 de dólares que o governo dos EUA gasta anualmente em atenção médica, quer dizer, uma epidemia de enfermidades crônicas relacionadas com a dieta e um vínculo comercial com os laboratórios de medicamentos e vacinas.

No lugar de frutos sadios, verduras, grãos e animais alimentados com erva natural, as granjas industriais dos Estados Unidos e da Argentina produzem um excesso de comida com fragmentos de engenharia genética que causam enfermidades cardíacas, derrame cerebral, diabetes e câncer, com o respaldo de subsídios agrícolas, enquanto que os agricultores orgânicos não recebem estes subsídios.

A historia da Monsanto é reflexo de um quadro persistente de substâncias químicas tóxicas, demandas e manipulação da ciência. É esse o tipo de entidade que queremos para controlar  os fornecimento de alimentos do nosso mundo?

A Monsanto não está só. Outras empresas do “Big Six” (Seis grandes) inclui a: Pioneer Hi-Bred International (filial de DuPont), Syngenta AG, Dow Agrosciences (filial de Dow Chemical), BASF (que é uma companhia química que expande rapidamente sua divisão de biotecnologia) e a Bayer CropScience (filial da Bayer).

A nova moda agora é PEDIR A MORTE DOS CRISTÃOS!





Protesto da esquerda na UFBA tem defesa da “morte aos cristãos” (veja)

Após a exibição do documentário “O Jardim das Aflições”, sobre Olavo de Carvalho, terminar em briga na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em Recife, um novo protesto organizado pela esquerda contra a exibição da obra na Universidade Federal da Bahia (UFBA) ocorreu na segunda-feira (13).
Prevista para acontecer no Pavilhão de Aulas da Federação (PAF III), a exibição foi cancelada pela universidade após protestos de militantes de esquerda. O grupo responsável pelo evento acabou exibindo a obra na parede da biblioteca do local.
Houve empurra-empurra e bate boca. A Polícia Militar chegou a ser chamada e três seguranças da UFBA acompanharam os protestos, sem se envolver. A exibição de um cartaz com a frase “morte aos cristãos”, levado por um dos militantes de esquerda, foi destacada nas redes sociais. O apoiador da ideia estava no grupo que chamava de “fascistas” aqueles que desejavam apenas assistir ao filme.

Na USP em São Paulo, também vemos esse tipo de comportamento:


Opinião André de Moraes:
Vejo, de acordo com os acontecimentos que comprovam as profecias, que está chegando o tempo em que os cristãos serão perseguidos pela população e consequentemente pelos governos, e logo seremos mortos por não concordar com o pecado dessa sociedade.
Esse tempo está perto, se preparem!
"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vosão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome" Mateus 24:9.
http://www.ilisp.org/noticias/protesto-da-esquerda-na-ufba-tem-defesa-da-morte-aos-cristaos-veja/#comment-26667Fonte:

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Remédio com chip rastreável é aprovado nos EUA


Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/remedio-com-chip-rastreavel-e-aprovado-por-orgao-regulador-dos-eua/72342

Pela primeira vez na história, o FDA, órgão norte-americano responsável por aprovar medicamentos vendidos nos EUA (semelhante à Anvisa), aprovou a comercialização de uma "pílula digital" - um remédio equipado com um chip rastreável -, informounesta terça-feira, 14, o jornal The New York Times.
Trata-se do Abilify MyCite, uma variante do Abilify, um medicamento baseado em Aripiprazol e que é usado no combate ao transtorno bipolar, esquizofrenia e depressão severa, além de outros transtornos de origem mental. O remédio é produzido pelo laboratório Otsuka.
Já o chip em questão é fabricado pela Proteus Digital Health, uma empresa dos EUA. A versão do remédio com chip só começa a ser vendida em 2018. O sensor digestível é feito de cobre, magnésio e silício, componentes seguros para a ingestão.
A pílula digital é capaz de reportar ao médico que a receitou a data e o horário em que o paciente tomou o remédio. O paciente só precisa usar um sensor adesivo que deve ficar colado no lado esquerdo do peito e trocado a cada sete dias.
O adesivo recebe o sinal de quando a pílula é ingerida e, através de um modem Bluetooth, repassa essas informações ao smartphone do paciente. Por meio de um app no smartphone, os dados são transmitidos para o médico que o acompanha e até outras quatro pessoas, como por exemplo familiares.
A Otsuka garante que o paciente tem total controle de quem recebe esses dados e pode impedir o repasse ao médico a hora que quiser. O objetivo da pílula digital é ajudar pessoas que se esquecem de tomar o remédio no horário correto ou que têm dificuldade de seguir a prescrição médica.
A decisão de usar essa tecnologia pela primeira vez com um medicamento para transtornos mentais, porém, não foi tão bem recebida por especialistas. Paul Appelbaum, diretor do departamento de ética em psiquiatria da Universidade de Columbia, por exemplo, criticou a ideia em entrevista ao NYT.
"Um sistema que vai monitorar o comportamento do paciente e enviar sinais do corpo dele e notificar o médico? Seja em psiquiatria ou em medicina geral, drogas para quase qualquer outra doença seriam um lugar melhor para começar do que em uma droga para esquizofrenia", disse o médico.
Um representante da Otsuka, porém, disse que o Abilify MyCite não deverá ser usado por qualquer pessoa com transtorno bipolar, esquizofrenia ou depressão severa. "O médico deve ter confiança de que o paciente é capaz de gerenciar esse sistema", afirmou ao NYT.

Opinião André de Moraes:

O que impede do governo usar esse "medicamento" em qualquer pessoa? E se o governo querer usar esse sistema em algum tipo de alimento ou usar como vacinação nacional obrigatória com a desculpa de que é para previnir uma doença ou epidemia?
E se as empresas quererem usar essa pílula para registrar entrada e saída dos funcionários?
E se o governo quiser usar isso para controlar a entrada é saída das crianças nas escolas?
Como vêem, só aqui encontrei alguns "Bons" motivos para usar essa coleira no resto da população e com bases justificáveis as quais a população não poderá impedir.
Respeito os céticos e os ateus, mas a cada dia vemos mais confirmações de que as palavras de Deus na Bíblia são verídicas e estão se cumprindo! A cada dia mais os sistemas desse mundo se unifica e se assemelha com aquele descrito nas profecias sobre o fim do mundo, uma situação apocalíptica!
Graças eu dou a Deus por ter a honra de ver essas confirmações que, embora serão terríveis, mas que reavivam nossa fé e são necessárias para a concretização do quadro geral do mundo futuro e para cumprimento das profecias de Deus.
A nós, conhecedores da verdade, cabe nos informar a respeito do que está acontecendo no mundo, comparar esses eventos com as profecias e nos preparar para o choque eminente e que não poderá ser impedido.
Os dias futuros e breves serão terríveis e quase que insuportáveis, só mesmo os escolhidos poderão escapar, então faça de tudo para ser escolhido de Jesus Cristo!
Aos fiéis em Cristo Jesus digo:

"Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima". Lucas 21:28

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Torres de metal misteriosas são construídas em Nova York e intrigam moradores



DÊEM SUA OPINIÃO. EU CREIO QUE SEJA PARA MONITORAÇÃO E VIGILÂNCIA DOS CIDADÃOS NOVAYORQUINOS!

Segundo a CBS, o primeiro a ser procurado a falar sobre o tema foi Cedrick Fulton, o responsável por pontes e túneis da MTA. A resposta dele ao repórter da emissora foi "sem comentários".



Por outro lado, alguns membros do conselho da MTA, incluindo a Comissária de Transportes da Cidade de Nova York, Polly Trottenberg, disseram à rede que nem eles sabem muito acerca do tema - mesmo com metade do dinheiro previsto já gasto e algumas das torres já erguidas pela cidade.
"Muitos membros do conselho sentiram que não tinham todos os detalhes que eles queriam, incluindo eu", disse Trottenberg à CBS.



Enquanto isso, conforme se levantam as torres, mais se levantam suspeitas na população local sobre a razão de elas existirem.
José Lugo, por exemplo, declarou que uma das torres apareceu rapidamente, depois da remoção de cabines de pedágio na Brooklyn Battery Tunnel. "Nós realmente não sabemos qual é o objetivo disso", resumiu. Já Alyssa Renkas, moradora do Upper West Side, disse que "pode adivinhar que (a torre) não é apenas uma peça de decoração".



John Kaehny, líder do grupo Reinvent Albany, que atua monitorando ações dos governantes locais, reforçou o discurso: "É um pouco incompreensível que a MTA esteja aprovando US$ 100 milhões para o que nos parece ser grandes pilares decorativos. O que pedimos é transparência da MTA", cobrou.
Procurado pela CBS, Joe Lhota, presidente da MTA, também não deu muitas informações, embora tenha declarado que "a base dessas novas peças que estão sendo construídas inclui a fibra óptica necessária para itens de segurança interna".
Diante da informação, a rede de TV entendeu que a torre tem alguma tecnologia antiterrorista, que poderia incluir, por exemplo, reconhecimento facial. Questionado sobre esta hipótese, Lhota manteve o mistério: "não tenho autorização para discutir isso".

Outra versão do que seriam as torres.

Mas, segundo o site http://www.assombrado.com.br/2017/10/projeto-secreto-misteriosas-torres-de.html?m=1 as torres são apenas uma substituição de equipamentos para pedágio na cidade.

Mas eu sei onde essa merda toda vai dar: controle da população!

Entenda Como Toda Essa História Realmente Começou: Um "Projeto Secreto", que Não Era Tão Secreto Assim


Quando algumas pessoas não veem algo, mas acreditam que o governo está fazendo algo secreto por diversos motivos, é porque o governo quer controlar a população e está se preparando para implantar a "Nova Ordem Mundial" (algo que particularmente acredito que já tenha sido implantada mediante aspectos geopolíticos, culturais e sociais há décadas), que é parente próxima do "Fim do Mundo", ou seja é a cada semana é anunciada como se estivesse chegando, mas nunca chega. Quando veem algo, mas não sabem o que tem dentro, ainda assim é secreto, ou seja, basicamente criado pelos mesmos motivos ou então para encobrir supostas atividades extraterrestres. Se veem o que tem dentro, mas encontram um botão vermelho em um cantinho aleatório, pronto, com certeza é um botão de pânico para liberar um gás venenoso e matar a população inteira. A questão é que não importa o que seja visto ou não visto, sempre haverá alguém que irá pinçar pontos aleatórios de um tema para formar um quebra-cabeças semelhante a uma pintura abstrata.

O caso referente a Nova York não seria diferente, porém para compreender melhor a situação precisamos voltar um pouco no tempo, mais precisamente em 5 de outubro do ano passado. Foi exatamente nesse dia, uma quarta-feira, que Andrew Cuomo, governador do estado norte-americano de Nova York desde 2011, anunciou durante uma coletiva de imprensa, na sede da Sociedade Histórica de Nova York, que iria substituir as antigas praças de pedágios por um sistema eletrônico de escaneamento em pontes e túneis. Vocês podem conferir esse anúncio, na íntegra, através do canal NYGovCuomo, no YouTube (em inglês):


Aliás, vocês também podem conferir um outro vídeo, publicado em 21 de dezembro de 2016, na mesma conta, ou seja, no canal NYGovCuomo, no YouTube, que cita a repaginação de setes pontes e dois túneis administrados pela MTA, além da utilização da tecnologia de reconhecimento facial como medida antiterrorista (a partir de 2:30 e em inglês):


Segundo o site do jornal "New York Daily News", as pontes e túneis operados pela "Autoridade Metropolitana de Transporte" (MTA, sigla em inglês) teriam um sistema automatizado, o que na prática facilitaria a mobilidade urbana. Ele apresentou um sistema de pedágio automatizado, no valor total de US$ 500 milhões, que faria com que o dinheiro fosse coletado dos motoristas através do "E-ZPass" (um equipamento destinado ao pagamento automático de pedágio, onde o motorista abre uma conta pré-paga e anexa um pequeno dispositivo eletrônico chamado transponder no parabrisa ou na placa do veículo, ou seja, o valor do pedágio é descontado automaticamente) ou então uma fatura seria enviada posteriormente para aqueles que decidissem pagar em dinheiro.

Esse era um sistema que, naquela época, já vinha sendo testado na Ponte Henry Hudson, que conecta Manhattan e o Bronx. De acordo com Cuomo, os motoristas economizariam cerca de 21 horas por ano no trânsito com o novo sistema.

Andrew Cuomo apresentou um sistema de pedágio automatizado, no valor total de US$ 500 milhões, que faria com que o dinheiro fosse coletado dos motoristas através do "E-ZPass"
O "E-ZPass" é um equipamento destinado ao pagamento automático de pedágio, onde o motorista abre uma conta pré-paga e anexa um pequeno dispositivo eletrônico chamado transponder no parabrisa ou na placa do veículo, ou seja, o valor do pedágio é descontado automaticamente.
"Temos as rodovias mais congestionadas do país. Se vocês repararem no tempo que gastamos no trânsito, o mesmo vem se tornando cada vez maior", disse Cuomo.

Dois túneis administrados pela MTA, o Queens-Midtown e o Battery (atualmente chamado de Hugh Carey) já estavam com previsão de receber o novo sistema em janeiro desse ano. No total, sete pontes da MTA, incluindo a Triborough, Throgs Neck e Verrazano, também receberiam o sistema até o final desse ano. Veronica Vanterpool, diretora da "Tri-State Transportation Campaign" e membro do conselho da MTA disse que existiam benefícios tanto ambientais quanto em termos de segurança com o novo sistema.

"Isso reduz o congestionamento nas praças de pedágio, visto que é um problema ambiental quando os carros estão parados com os motores ligados ou andando de forma bem lenta a espera de pagar o pedágio. Isso também evita que os motoristas, que estão dirigindo em uma alta velocidade, que troquem abruptamente de faixa para evitar uma fila maior", disse Veronica Vanterpool.

Dois túneis administrados pela MTA, o Queens-Midtown e o Battery (atualmente chamado de Hugh Carey) já estavam com previsão de receber o novo sistema em janeiro desse ano. No total, sete pontes da MTA, incluindo a Triborough, Throgs Neck e Verrazano, também receberiam o sistema até o final desse ano
Veronica Vanterpool, diretora da "Tri-State Transportation Campaign" e membro do conselho da MTA disse que existiam benefícios tanto ambientais quanto em termos de segurança com o novo sistema
"Temos as rodovias mais congestionadas do país. Se vocês repararem no tempo que gastamos no trânsito, o mesmo vem se tornando cada vez maior", disse Cuomo.
Os US$ 500 milhões também iriam ser destinados a nova iluminação de LED nas pontes, incluindo a Ponte George Washington, administrada pela Autoridade Portuária que, segundo Cuomo, iria gerar um show deslumbrante de luzes para os turistas. A temática do show de luzes? "A Cidade que Nunca Dorme".

"Nossas pontes são algumas das mais belas do mundo, apenas em termos de estrutura. Se elas fossem iluminadas, as mesmas poderiam ser de tirar o fôlego, e acredito que poderiam ser uma atração turística internacional", disse Cuomo.

O projeto relacionado as pontes e túneis também incluía cerca de US$ 100 milhões em verbas estaduais e federais para proteger os túneis de inundações, assim como aqueles que ocorreram com a passagem do furacão Sandy.

O projeto relacionado as pontes e túneis também incluía cerca de US$ 100 milhões em verbas estaduais e federais para proteger os túneis de inundações, assim como aqueles que ocorreram com a passagem do furacão Sandy
Concepção artística da nova iluminação interna de um dos túneis administrados pela MTA
Aliás, quem também forneceu maiores informações sobre o projeto foi o site de notícias QNS (Queens News and Community).

"Cerca de 800.000 veículos cruzam os túneis e pontes da MTA todos os dias, e os motoristas de Nova York gastam mais de 6.400 horas por dia ao esperarem para pagar os pedágios. O sistema é projetado para fazer com que os motoristas economizem até 21 horas no ano, no trânsito, que possam economizar aproximadamente um milhão de galões de combustível (aproximadamente 3,8 milhões de litros), e economizar US$ 2,3 milhões por ano", disse Cuomo.

Sensores e câmeras seriam instalados nas rodovias, e os carros não seriam obrigados a parar. Os motoristas com "E-ZPass" seriam cobrados automaticamente, e aqueles sem o equipamento teriam a placa registrada e uma conta seria enviada ao proprietário registrado. O financiamento do projeto viria do plano de capital da MTA, que era de US$ 27 bilhões. Confiram também a apresentação do projeto "New York Crossings" através do canal NYGovCuomo, no YouTube (em inglês):

terça-feira, 31 de outubro de 2017

A verdade sobre o Halloween!



O Dia das Bruxas (31 de Outubro) já é uma festa tradicional nos EUA e vem se alastrando pelo Brasil. Mas a verdade é que por trás dessa "inocente" brincadeira, se esconde uma tradição satânica e um passado marcado por feitiçarias.
Mais do que simples travessuras ou doces, nos traz a verdadeira versão da tradicional festa norte-americana, Halloween, comemorada no dia 31 de outubro. Na verdade, o dia das bruxas não passa de uma festa pagã, em sua origem e prática, e significa uma das datas mais importantes para os adeptos da igreja satânica.
Muitos bruxos, satanistas e adoradores do diabo se preparam, durante todo o ano para estas festividades. Além de ser considerada por eles, o aniversário de satanás, é o dia ideal para fazer sacrifícios humanos e pactos satânicos. No período de 15 dias antes da data de 31 de outubro e 15 dias após os seguidores do diabo sacrificam pessoas, confiados na promessa de que alcançarão mais poder e prosperidade. Conforme as estatísticas, inclusive as do FBI, nos meses de agosto, setembro e outubro acontecem várias atrocidades, inclusive o desaparecimento de crianças do mundo inteiro, principalmente nos EUA.
A autora do livro "Satanás Escondido" conta que uma destas comemorações de Halloween, tentaram introduzi-la em um ritual satânico e pediram que sacrificasse uma criança recém-nascida. Neste mesmo livro, ela relata que muitas das moças desaparecidas nos meses de março e abril, são usadas para a procriação, e seu fetos sacrificados na época do Halloween. Os moradores de Anaheim, CA, também sabem e sentiram os efeitos desta Convenção de Satanás. A própria policia da cidade pede aos crentes que tomem algum tipo de providência, pois reconhecem que do Centro de Convenções de Bruxos, emana uma onda de violência e maus presságios. Os bruxos e adoradores do diabo não perdem tempo. Eles traçam metas horríveis para combater os cristão como, por exemplo, a destruição de 60 mil famílias por ano. Fora isso, trabalham incansavelmente, para que milhares de jovens e crianças sejam envolvidas e aprisionados pelas drogas, prostituição e violência, confirmando algumas histórias da dramaturgia cinematográfica americana.
Conforme Joel Engel, pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular do Rio Grande do Sul, o mais alarmante nesta história toda é que muitas igrejas estão participando das celebrações de Halloween. Além disto, vestem suas crianças de personagens bíblicos alegando que é uma opção . Para o pastor, não existe opção para este tipo de festa, pois de qualquer forma, a atitude do crente deve ser a de combater e não a de consentir com a comemoração. "A participação do halloween é uma desonra para o Senhor Jesus Cristo. O problema é que muitos não acreditam nem mesmo na Palavra de Deus que é bem clara ao afirmar: "as bruxas, os feiticeiros, os gatos negros, os faróis de abóboras e outros misticismos malignos, são símbolos de tudo aquilo que é abominável a Deus", frisa e também adverte: "Irmão, fique longe de toda a celebração satânica, com certeza, ela entristece ao Espírito Santo de Deus."

Doces travessuras ou bruxarias?

Faz muito pouco tempo que o Halloween ficou reduzido a uma pequena festa para as crianças. Mesmo no passado, a festa folclórica cultuada pelos americanos não significa nada de bom e oportuno. Seus símbolos e práticas foram tirados diretamente do paganismo, do mal, da morte e do ocultismo. De acordo com os manuscritos históricos, a celebração antiga do halloween era feita pelos druidas em honra a Samhain, o Senhor dos mortos, no primeiro dia do mês de novembro. Eles acreditavam que na véspera deste dia Samhain chamava todas as almas malignas (espíritos) que, durante os doze meses passados, haviam sido condenados a habitar em corpos de animais. O Halloween era considerado "o caminhar universal de todas as almas e espíritos".
Conforme a bruxa paulista Rosa Maria Biancardi, em uma entrevista ao jornal O Tempo de Belo Horizonte, os Celtas há mais de 2 mil anos, festejavam o dia dos mortos na data de 31 de outubro, celebrando a travessia e a troca de energia com antepassados.
Os Druidas eram uma ordem sacerdotal da antiga Gaul e Bretanha, pagãos da religião Celta. Conforme os artigos mencionados nos textos de escritores gregos e romanos, entre o século II a.C. e o IV d.C., eles eram brutais, temidos pelo seu poder e tinham sede de sangue. Resolviam todas as disputas com uma decisão definitiva e inalterável, e castigavam com a morte. Além disso, seus altares destilavam o sangue de vítimas humanas. Algumas vezes, ofereciam homens, mulheres e crianças em holocausto, queimando-os em grandes torres de vime, como ofertas as suas supertições. Normalmente, os Celtas usavam os bosques para caça, pesca e a alimentação, mas também os utilizavam para as cerimônias demoníacas. Há evidencias, ainda, de que usavam as gigantescas pedras talhadas para decidir qual era o melhor dia para acalmar ao deus ou deuses de suas práticas misteriosas. Afirmavam que Samham convocava os maus espíritos daqueles que haviam morrido durante a realização dos ritos demoníacos.
Das crenças dos Druidas precedem o uso de bruxas, fantasmas e gatos que são utilizados nas festas de halloween. Eles acreditavam que os "gatos" eram sagrados e haviam sido pessoas castigadas por alguma má ação. Para livrarem-se da possessão diabólica, tinham que dar comida ou oferecer algo aos demônios, e arrumar-lhes hospedagem durante a noite. Se os espíritos ficassem satisfeitos com o que lhes davam, deixavam a casa em paz. Caso contrário, faziam um "trick" (truque, maldade), ou rogavam uma maldição de destruição sobre as pessoas que ali residiam.

A história explica

A história nos dá a resposta sobre o Halloween e porque a festa foi cristianizada pela igreja. Desde o tempo de Constantino (quem fez do catolicismo a religião do estado) os imperadores romanos perceberam que era necessário manter um império unificado, onde o maior número de pessoas professasse somente uma religião. Porém, uma lei foi implementada para forçar a todos os que não eram cristãos a aceitarem o cristianismo. Assim, um grande número de ateus se uniu à igreja trazendo as práticas e celebrações pagãs, como o halloween, tiveram que ser cristianizadas. Para a Igreja Católica, a única maneira de preservar os pagãos nas missas, era permitindo a prática de algumas tradições e costumes. Aos pagãos recém-convertidos, foi liberado para que guardassem alguns festivais, tais como o Halloween ou o Dia dos Fiéis Defuntos. Eles o usariam para comemorar a morte dos "santos".
Em 800 d.C. a Igreja Católica estabeleceu o Dia dos Fiéis Defuntos no dia primeiro de novembro, para que o povo desse continuidade das celebrações antigas. No entanto, a missa que se rezava neste dia se chamava "allhallowmas", e a noite anterior ficou conhecida como "allhallow even" ou halloween, que significa santificado ou noite santa.

Significado de alguns costumes do Dia das Bruxas

Treat or Trick

O costume moderno do "treat or trick", começou na Irlanda a centenas de anos, logicamente com base nestes costumes Druidas. Um grupo de trabalhadores do campo, em uma pequena cidade, resolveu fazer uma festa de halloween em homenagem aos seus antigos deuses. No entanto, saíram de casa em casa mendigando comida para a festa. Aos que contribuíam generosamente desejavam boa sorte e aos que não contribuíam faziam ameaças. Assim, a tradição continuou até nossos dias quando jovens e crianças saem de porta em porta, disfarçados de fantasmas, esqueletos e demônios, mendigando de certa por comida enquanto prometem não fazer maldades.

31 de outubro

Foram os Celtas que escolheram a data de 31 de outubro como véspera do ano novo separando-a também para celebrar todo o maligno, o malvado e o morto. Durante esta celebração costumavam reunir-se em volta de uma fogueira na comunidade, e ofereciam seus animais, suas colheitas e às vezes a si mesmos como sacrifício. Usavam disfarces feitos de cabeça e pele de animais e prediziam o futuro uns dos outros.

Abóbora iluminada

A aparente e inofensiva abóbora iluminada é um símbolo antigo de uma alma maldita e condenada. Elas são chamadas "Jack-O Lanterns", por causa de um homem chamado Jack, que não podia entrar nem no céu nem no inferno. Como resultado ele estava condenado a vagar pelas trevas com sua lanterna até o Dia do Juízo.
Por medo dele e dos fantasmas, as pessoas arrumavam as calçadas e colocavam velas acesas dentro das abóboras para espantar os espíritos maus.

Alerta!

"Os EUA, outrora um exemplo de fé para os outros países, agora está diferente: os americanos, além de deixarem a vida espiritual de lado para cuidar da profissional, estão adotando festas pagãs, valorizando-as mais do que um culto, um encontro de fé", relatou indignado o pastor Joel Engel na Revista Cristã, após sua visita a nação americana. Segundo ele, a festa do Dia das Bruxas, trata-se de um ritual satânico e demoníaco que envolve crianças inocentes e faz com que as pessoas cultuem o mal.
No intuito de combater a influência americana do Halloween, o pastor convoca a Igreja de Cristo para guerrear, orando e jejuando contra este mal que está tomando conta do mundo inteiro, inclusive no Brasil. Hoje adolescentes e crianças brasileiras esperam, ansiosos pela festa de Halloween, que é comemorado nas escolas e boates. Até para os antropólogos, a cultura norte-americana está cada vez mais presente na vida dos brasileiros, provocando um choque cultural. "É preciso estar atento aos exageros das chamadas trocas culturais", lembra.
"É hora de sermos radicais, buscarmos a virtude e o poder de Deus para nossas vidas e dizer ao diabo que fazemos parte de um exercito de vitoriosos, quem temos como propósito destruir as obras de satanás", diz o pastor Engel. Os evangélicos devem guerrear no dia 31 de outubro, com clamores, jejuns e orações ao Deus altíssimo, combatendo as hostes santânicas.
Comemorar Halloween é Condenado pelas Escrituras desde Genesis até Apocalipse:
"Fez ele também passar seus filhos pelo fogo no vale do filho de Hinom, e usou de adivinhações e de agouros, e de feitiçarias, e consultou adivinhos e encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do Senhor, para o provocar à ira." [2 Crônicas 33:6].
"Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos" [Deuteronômio 18:10-11].
"A feiticeira não deixarás viver" [Êxodos 22:18].
"Alem disto, sacrificaram seus filhos e suas filhas aos demônios, e derramaram sangue inocente, o sangue de seus filhos e de suas filhas que sacrificaram aos ídolos de Canaã; e a terra foi manchada com sangue. Assim se contaminaram com as suas obras, e se corromperam com os seus feitos.  Então se acendeu a ira do Senhor contra o seu povo, de modo que abominou a sua herança." [Salmos 106:37-40].
"E edificaram os altos de Baal, que estão no Vale do Filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que nunca lhes ordenei, nem veio ao meu coração, que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá." [Jeremias 32:35].
"Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?" [Isaías 8:19].
"E exterminarei as feitiçarias da tua mão; e não terás adivinhadores" [Miquéias 5:12].
"E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele com a sua palavra expulsou deles os espíritos, e curou todos os que estavam enfermos; para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças." [Mateus 8:16 17].
"E disse: Ó filho do diabo, cheio de todo o engano e de toda a malícia, inimigo de toda a justiça, não cessarás de perturbar os retos caminhos do Senhor?" [Atos dos Apóstolos 13:10].
"Também muitos dos que seguiam artes mágicas trouxeram os seus livros, e os queimaram na presença de todos e, feita a conta do seu preço, acharam que montava a cinqüenta mil peças de prata." [Atos dos Apóstolos 19:19].
"Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus" [Gálatas 5:19-21].
"Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios." [1Coríntios 10:20].

"Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte."[Apocalipse 21:8].

Baseados na bíblia concluimos que:
  • Não devemos ser cúmplices com os trabalhos das trevas [Efésios 5:11].
  • Devemos nos abster de toda forma de mal [1 Tessalonissenses 5:22].
  • Não devemos nos associar com falsos cristãos [ 1 Coríntios 5:11].
  • Não devemos nos associar aos demônios [1 Coríntios 10:20].
  • Devemos nos afastar de todos os irmãos que vivem desordenadamente [2 Tessalonissenses 3:6].

Qualquer cristão que celebra um dia consagrado a satanás, peca! Então, como cristão, você tem o dever de obedecer a Deus! Não pode participar desta celebração profana! Esperamos que as explicações e referências transcritas aqui, possam ter esclarecido voce a respeito do Halloween.
Por favor sinta-se a vontade para enviar o conteúdo desta página para seus amigos.