domingo, 11 de fevereiro de 2018

AGORA NA SEITA UNIVERSAL QUEM TRAZ A PAZ É O SACRIFÍCIO DAS PESSOAS!


Uma denominação evangélica só pode ser de DEUS se estiver de acordo com as doutrinas de Jesus Cristo, se não estiver pode ter certeza que essa é uma seita.

Não é de hoje que vemos absurdos terríveis na IURD, e não será a última, mas dessa vez (novamente) ela se superou no nível de heresia, a ponto de afirmar que "agora é o sacrifício do Jejum de Daniel" é o que trás a tão desejada paz!



Esse ato maldito e repugnante ataca (novamente) Jesus Cristo, nosso Senhor!

Disse Jesus: "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não a dou como o mundo dá" João 14:27.

"...e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, PRÍNCIPE DA PAZ..." Isaías 9:6.

"...o castigo que nos traz a paz estava sobre ele..." Isaías 53:5.

Gostaria de saber quando foi que o Senhor Jesus transferiu essa autoridade para A SEITA UNIVERSAL PARA ELA VENDER NA FORMA COMO DESEJA?



Como todos podem ver nas partes sublinhadas, a seita Universal dá ênfase apenas ao tal do "Jejum de Daniel"! Como se essa prática tivesse algum poder sobre a vida das pessoas!


E uma coisa muito coisa muito curiosa que eu venho percebendo há anos: A SEITA UNIVERSAL ESTÁ CADA DIA MAIS SE DESFAZENDO DE JESUS! Uma das provas disso é que ela raramente usa o nome de JESUS em seu jornal, campanhas, votos, livros, revistas etc! Ora, se JESUS CRISTO É O SENHOR e eles fazem questão de escrever isso em cima do altar de seus templos, porque esse Senhor não está recebendo a devida honra?

"O filho honra o pai, o servo o seu senhor; se eu sou o pai, onde está a minha honra? E, se eu sou senhor, onde está o meu temor? Diz o SENHOR dos Exércitos a vós, ó sacerdotes (líderes evangélicos, pastores, bispos, apóstolos, missionários etc), que desprezai o meu nome. E vós dizeis: Em que nós temos desprezado o teu nome?" Malaquias 1:6.

Esses falsos pastores da seita universal são ótimos para citar essa passagem quando coagem seus prosélitos a respeito do abolido e maldito dízimo, mas eles mesmos estão desprezando o nome de JESUS, QUE É O SENHOR?

Para tudo o que vamos fazer deve ser feito pelo nome de JESUS, POR ELE, PARA ELE, POIS TUDO É DELE, VEM DELE:

"Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele". Colossenes 1:16.

"Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez" João 1:3.

E agora o nome de JESUS está sendo substituído por práticas humanas?


Segundo o MAIOR FALSO PROFETA DO BRASIL, EDIR MACEDO, o tal do "Jejum de Daniel" serve também para se adquirir o "Espírito Santo"! Você conhece alguma passagem onde Jesus disse isso?


Vejam essa ORDEM DE OBEDIÊNCIA E ESTUDO:
PRIMEIRO: ou vir a PALAVRA AMIGA DO "BISPO" MACEDO;
SEGUNDO: Ler a Bíblia;
TERCEIRO: Ler livros sobre a fé, ou seja, ler os livros do Edir Macedo!

As palavras de JESUS CRISTO estão em segundo plano! Como dizer que essa denominação é de Deus e como dizer que esse povo é de Deus? Não tem como!

Vemos em outro trecho da reportagem que A INSTITUIÇÃO também é posta acima de JESUS CRISTO:


O auxílio vem da "IGREJA" instituição, denominação, CNPJ, trabalho humano, não de Deus, de JESUS CRISTO!

Depois desses absurdos, dessas heresias gigantescas vocês ainda acreditam que a UNIVERSAL DO REINO DE deus é uma igreja de JESUS?

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

MAIS UMA EMPRESA DOS PASTORES DA SEITA UNIVERSAL

Cúpula da Universal investe em negócios de segurança privada

Bispo e pastores da igreja são donos de empresa que tem contratos de R$ 2,4 milhões com governo de SP

Lei não impede que os religiosos explorem a atividade no país; empresa também tem negócios no Paraná, no Rio de Janeiro no DF

ELVIRA LOBATO

DO RIO

AGUIRRE TALENTO
DE SÃO PAULO

A rede de negócios em torno da Igreja Universal do Reino de Deus chegou ao ramo da segurança privada.
A Centurião Segurança Patrimonial, que pertencente a um bispo e a três pastores que integram a cúpula da igreja, começou a ganhar espaço no mercado de São Paulo.
A empresa assinou seis contratos neste ano com secretarias e órgãos do governo de São Paulo, que somam R$ 2,4 milhões, e também disputa licitações de prefeituras.
Segundo o Estado, a Centurião foi escolhida por ter oferecido o menor preço nos pregões eletrônicos.
Seus donos possuem outra empresa de segurança privada na Bahia, a Armada Real. As duas funcionam com autorização da Polícia Federal.
De acordo com empresários da área, a Centurião direcionou seu foco para o setor público, que representa 35% do mercado de segurança privada -cujo faturamento é de cerca de R$ 5 bilhões por ano somente no Estado de São Paulo.
A Centurião atua no Paraná, no Rio e no Distrito Federal e, assim como a Armada Real, oferece segurança armada ou desarmada.
Estão registradas nos nomes do bispo Walcysneu Carlos Macedo de Oliveira (diretor da editora e gráfica da Universal) e dos pastores Oswaldo Luiz de Moraes Bandeira, Luiz Cláudio da Silva Costa (diretor da TV Record Brasília), e Júlio Cesar Ribeiro (ex-diretor da Record Bauru).
Eles integram o núcleo de confiança de Edir Macedo.
Os contratos com o governo de São Paulo são para segurança desarmada e aparecem com destaque na página da empresa inwwternet.
O maior deles (R$ 1,42 milhão por 15 meses) é com a Secretaria de Desenvolvimento e Planejamento. Desde abril, a Centurião faz a segurança no prédio da secretaria.
Mais três contratos foram assinados em abril: com a Procuradoria-Geral do Estado (R$ 135 mil), com a Fundação Pró-Sangue Hemocentro (R$ 289 mil), e com a Secretaria de Admiwnistração Penitenciária (R$ 55 mil).

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po0410201114.htm

Texto Anterior: FOLHA.com
Próximo Texto: Igreja afirma que não é dona da empresa
Índice | Comunicar Erros

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

A MENTIRA DO "ESPÍRITO DEVORADOR"!

NÃO EXISTE, NUNCA EXISTIU E NEM EXISTIRÁ UM "ESPÍRITO DEVORADOR"!



Por André de Moraes.

Existe o famoso ESPÍRITO DEVORADOR na bíblia? Será que esse "espírito" tem poderes para acabar com minhas finanças?
Vou provar de forma bem simples e clara que não existe, nunca existiu e nem muito menos existirá um ESPÍRITO DEVORADOR e porque!

Como surgiu o lendário ESPÍRITO DEVORADOR?

Surgiu da cabeça fanática de algum falso pastor safado e apóstata que é avarento e por isso se tornou mercenário. No desespero de angariar mais dinheiro para si ele precisou inventar uma ameaça ao povo, ou seja, colocar medo no povo, já que as pessoas dentro das denominações, em sua grande maioria, são apegados ao dinheiro e não contribui como deveria para ajudar nas despesas do templo.

Sabendo que o povo só faz as coisas se for ameaçado algum falso pastor picareta criou a lenda do ESPIRITO DEVORADOR, um espírito que devora as finanças daqueles que não dão DÍZIMO!

E a passagem que esse pastor safado usou para deturpar e fazer o povo acreditar nessa lenda (QUE É TÃO REAL QUANTO A HISTÓRIA DA MULA SEM CABEÇA) foi a famosa passagem de Malaquias 3:11:

"E por causa de vós repreenderei o DEVORADOR, e ele não CONSUMIRÁ os FRUTOS DA VOSSA TERRA; e a vossa VIDE ( MUDA DE VIDEIRA QUE UTILIZA PARA REPRODUÇÃO; BRAÇO OU VARA DE VIDEIRA) NO CAMPO não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos"

Antes de fazer qualquer análise do texto e do assunto devemos ter em mente como era a situação, a cultura, as leis, as regras, o momento em que a passagem foi exposta e a que povo. Não podemos pegar todas as passagens e inserir em nossa vida de brasileiro como se encaixasse como uma luva!

Toda a passagem de Malaquias 3:11 mostra, CLARAMENTE, que se trata da PLANTAÇÃO, DA LAVOURA, DA COLHEITA, DAS PLANTAS, DA AGRICULTURA, será que você não consegue entender isso?

Deus falava na seguinte situação: Israel era um país, e como país tinha suas leis, dízimo era uma lei (UMA DAS 613 DADAS À MOISÉS).

(TENHO ARTIGO BEM DETALHADO QUE DÍZIMO É DA LEI E QUE FOI ABOLIDO JUNTAMENTE COM ELA, ARTIGO NÚMERO 39)

Como país Israel tinha que ter suas fontes de renda e suprimento para seu povo, e a economia de Israel (COMO DE TODAS AS NAÇÕES DESSA ÉPOCA) era a AGRICULTURA!

Se algo ocorresse errado com a agricultura (A PRINCIPAL FONTE DE ECONOMIA E ALIMENTO DE ISRAEL) todas as pessoas do país passariam por miséria e fome. Por isso em Juízes 6 Israel (DE NOVO) estava em miséria, os inimigos saqueavam o principal produto, fonte de renda do país A AGRICULTURA!

(TODA ESSAS PASSAGENS SÃO NECESSÁRIA PARA O LEITOR TER MAIOR ENTENDIMENTO DO ASSUNTO EM QUESTÃO)

Se a principal economia de Israel era a AGRICULTURA qualquer coisa que atrapalhasse a colheita seria considerado um grande perigo. E qual maior perigo para a plantação do que as pragas que COMEM LITERALMENTE elas? Pois bem, o DEVORADOR de fato DEVORAVA as plantações,  de Israel, e uma das piores pragas para as plantações são os GAFANHOTOS! Veja a foto e depois leia o artigo do ataque de praga de GAFANHOTO bem pertinho do Brasil, na Argentina!


http://redeacontece.com/blog/argentina-enfrenta-maior-praga-de-gafanhotos-dos-ultimos-60-anos/

O mesmo acontece na passagem de Joel 1:4:

"O que ficou da LAGARTA, o GAFANHOTO o comeu, e o que ficou do GAFANHOTO, a LOCUSTA Gênero de insetos ortópteros da família dos acrídeos, de que faz parte o GAFANHOTO)
o comeu, e o que ficou da LOCUSTA, o PULGÃO o comeu". Joel 1:4.

Se existisse ESPIRITO DEVORADOR deveria existir também  o  espírito da LAGARTA DEVORADORA, o espírito da LOCUSTA DEVORADORA, e espírito do PULGÃO DEVORADOR, não acham?

Outra passagem que PROVA que DEVORADOR NÃO É ESPÍRITO E SIM UM SIMPLES INSETO é Levítico:

"Mas isto comereis de todo o INSETO que voa, que anda OBRE QUATRO PÉS: o que tiver PERNAS SOBRE OS SEUS PÉS, PARA SALTAR COM ELAS sobre a terra.

Deles COMEREIS estes: a LOCUSTA segundo sua espécie, o GAFANHOTO DEVORADOR (OPA! PODEMOS COMER O TAL "ESPÍRITO DEVORADOR" QUE OS FALSOS PASTORES FALAM?) segundo a sua espécie, o GRILO segundo a sua espécie, e o GAFANHOTO segundo a sua espécie". LEVÍTICO 11:21,22.

Se o DEVORADOR de Malaquias 3:11 fosse um ESPÍRITO MALIGNO como Deus poderia dizer para COMER UM ESPÍRITO?

Se o DEVORADOR  de Malaquias 3:11 é um ESPÍRITO, porque o devorador de Levítico não é e ainda podemos comer? Teu pastor falou sobre isso já?

A promessa que Deus fez para Israel era que "se o povo e os sacerdotes fossem fiéis em pagar o imposto do dízimo, ele não permitiria que as pragas de insetos devorassem suas plantações, maior economia e fonte de riqueza do país!"

Deus é quem controla tudo, ATÉ OS GAFANHOTOS! Não foi isso que ele fez no Egito quando mandou as pragas de gafanhotos? Veja:

"Então disse o Senhor a Moisés: Estende a tua mão sobre a terra do Egito para que os GAFANHOTOS venham sobre a terra do Egito, e COMAM TODA ERVA DA TERRA..."

(ESTÁ IGUAL AO QUE DEUS PROMETE IMPEDIR QUE ACONTEÇA COM ISRAEL EM MALAQUIAS 3:11!)

Então estendeu Moisés a sua vara sobre a terra do Egito, e o Senhor trouxe sobre a terra um vento oriental todo aquele dia e toda noite; e aconteceu que pela manhã o vento oriental TROUXE GAFANHOTOS.

E vieram os GAFANHOTOS sobre toda a terra do Egito, e assentaram-se sobre todos os termos do Egito; tão numerosos foram que, antes destes nunca houve tantos, nem depois deles haverá.

Porque cobriram a face de toda a terra, de modo que a terra se escureceu; E COMERAM TODA ERVA DA TERRA, E TODO FRUTO DAS ÁRVORES, que deixara a saraiva; e não ficou VERDE ALGUM NAS ÁRVORES, NEM ERVA DO CAMPO, em toda a terra do Egito" Êxodo 10:12-15.

A proteção que Deus prometeu a Israel Deus foi de IMPEDIR QUE TAIS GAFANHOTOS FIZESSEM COM ELE O QUE FIZERAM COM O EGITO!

AS PASSAGENS CLARAMENTE FALAM QUE "DEVORADORES" SÃO INSETOS, SÃO GAFANHOTOS, E NÃO "ESPÍRITOS DEVORADORES"!

Outra coisa interessante é que NÃO EXISTE PASSAGEM ALGUMA FALANDO O NOME "ESPÍRITO DEVORADOR"! Ou seja, os pastores pregam sobre um ser que nem na bíblia está escrito! Como podem ser pastores de Deus esses homens que pregam o que Deus não mandou pregar? É o que esses falsos pastores, canalhas, safados, picaretas e avarentos fazem: DIZEM AO POVO AQUILO QUE DEUS NÃO MANDOU DIZER! É o que Deus está alertando em Jeremias 23:30-32:

"Portanto, eis que SOU CONTRA OS PROFETAS (PASTORES), DIZ O SENHOR, QUE FURTAM AS MINHAS PALAVRAS, cada um ao seu próximo.
Eis que sou contra os profeta, diz o Senhor, QUE USAM DE SUA PRÓPRIA LINGUAGEM, E DIZEM: DEUS DISSE!

Eis que sou contra os que profetizam sonhos (OU DOUTRINAS, OU ESPÍRITOS, OU PALAVRAS) mentirosos, diz o Senhor, e os contam, e FAZEM ERRAR O MEU POVO COM AS SUAS MENTIRAS E COM AS SUAS LEVIANDADES, POIS EU NÃO OS ENVIEI, NÃO LHES ORDENEI..." Jeremias 23:30-32.

Claramente a maioria dos pastores de hoje estão MENTINDO DE FORMA DESCARADA PARA VOCÊ!

E SE EXISTISSE UM ESPÍRITO DEVORADOR?

Essa explicação chega ser até hilária de tão fácil de dar!

Vamos SUPOR, FAZER DE CONTA, FINGIR, que existe um ESPÍRITO DEVORADOR, o que aconteceria com ele depois que Jesus morreu e ressuscitou e nos agraciou com seu poderoso Nome?

"E TUDO O QUE PEDIRDES EM MEU NOME EU O FAREI, para que o pai seja glorificado no filho. Se PEDIRDES ALGUMA COISA EM MEU NOME, EU O FAREI" João 14:13, 14.

"Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, PEDIREIS TUDO (TUDO MESMO) O QUE QUISERDES, E VOS SERÁ FEITO" João 15:7.

Logo vemos que É PELO NOME DE JESUS QUE CONSEGUIMOS O QUE PEDIMOS, E ESSE NOME É PODEROSO PARA TUDO!
Se existisse um ESPÍRITO DEVORADOR será que o nome poderoso de JESUS não o expulsaria como expulsa todos os demônios que conhecemos?

"E, chegando-se Jesus, falou-lhes: É-me dado TODO O PODER NO CÉU E NA TERRA". Mateus 28:18.

Será que Jesus não tem poder com o ESPÍRITO DEVORADOR?

Agora leiam e analisem essa outra passagem:

"...tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças (A LEI DE MOISÉS), o qual nos era prejudicial, REMOVEU-O (ABOLIU A LEI DE MOISÉS) inteiramente, encravando-o na cruz; e, DESPOJANDO OS PRINCIPADOS E AS POTESTADES, publicamente OS EXPÔS AO DESPREZO, TRIUNFANDO DELES NA CRUZ". Colossenses 2:14,15.

Olhem que MARAVILHA: JESUS ABOLIU A LEI DE MOISÉS QUANDO MORREU NA CRUZ, E AINDA TRIUNFOU E DESPREZOU OS MAIS PODEROSOS E OS PRINCIPAIS DEMÔNIOS QUE EXISTEM! COMO JESUS NÃO PODERIA TRIUNFAR SOBRE UM TAL "ESPÍRITO DEVORADOR HOJE"?

JESUS TRIUNFOU SOBRE OS MAIS PODEROSO E OS PRINCIPAIS DEMÔNIOS, VOCÊ ACHA QUE ELE NÃO FARIA O MESMO COM UM SUPOSTO ESPÍRITO DEVORADOR, SE EXISTISSE?

Como podem ver, não há como sustentar a MENTIRA DESCARADA de um ESPÍRITO DEVORADOR! Não tem como existir tal entidade! Ele nunca existiu porque antigamente era um simples inseto, um gafanhoto, e se existisse hoje teria sido vencido por Jesus no momento que ele entregou sua vida na cruz por nós!

Se existisse um "ESPÍRITO DEVORADOR" daria pra combatê-lo apenas com o nome de Jesus! Se algum pastor ignorante ou pastor canalha disser o contrário vai AFIRMAR QUE O NOME DE JESUS NÃO TEM TODO O PODER, POIS VENCE TODOS OS DEMÔNIOS, MAS NÃO VENCE O TAL "ESPÍRITO DEVORADOR"! ABSURDO ISSO!

Dizer que existe um "ESPÍRITO DEVORADOR" é dizer que O NOME DE JESUS NÃO É TÃO PODEROSO ASSIM, é dizer que JESUS PRECISA DA AJUDA DO ATO DE DAR O DÍZIMO PARA VENCER UM SUPOSTO ESPÍRITO! Isso não tem lógica!

O único DEVORADOR que existe de fato no meio do povo SÃO OS FALSOS PASTORES CANALHAS QUE PREGAM O QUE DEUS NÃO MANDOU PREGAR PARA ROUBAR UM POVO IGNORANTE DA BÍBLIA!

"Porque os guias (PASTORES) deste povo são ENGANADORES, e os que por eles são guiados são DEVORADOS" Isaías 9:16.

Você pastor, líder de denominação, que guia um grupo de pessoas e prega sobre dízimos abolidos e o FALSO ESPÍRITO DEVORADOR, está sendo mentiroso! Pode até ser um ignorante dessa verdade, mas a partir de agora não é mais ignorante (SE BEM QUE NÃO HÁ MOTIVOS DE SER IGNORANTE, POIS SE EU PUDE ENTENDER ISSO SOZINHO, PORQUE VOCÊ NÃO PODE?), aconselho que dê meia volta, se converta dessa mal caminho e retrate seu erro com a sua congregação enquanto você tem tempo, do contrário Deus irá cobrar isso de você e ainda se perderá nas chamas eternas do lago de fogo e enxofre!

E você falso pastor que conhece essa verdade mas ama o dinheiro, aconselho que se arrependa dessa heresia e de ter enganado o povo, ter causado tantos prejuízos à ele. Do contrário seu destino será o lago de fogo e enxofre, junto com o pastor ignorante!

A todos os membros que frequentam uma denominação que prega essa mentira eu digo: se você continuar nessa prática e nessa denominação onde prega, ensina, pratica ou apóia essa heresia, vai sofrer a mesma condenação que os seus responsáveis! Você cai no erro de CUMPLICIDADE, CORRUPÇÃO PASSIVA, CONIVÊNCIA pois a palavra de Deus afirma claramente:

"...castiga-los-eis segundo tem ouvido na sua CONGREGAÇÃO (OU IGREJA, OU DENOMINAÇÃO)" Oséias 7:12.

"E ouvi outra voz do céu, que dizia: sai dela, povo meu, para que não sejas participantes dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas (CASTIGOS)" Apocalipse 18:4.

VOCÊ AINDA TEM TEMPO DE SAIR DESSA MENTIRA!



terça-feira, 9 de janeiro de 2018

O QUE SIGNIFICA "NÃO ABANDONEIS A CONGREGAÇÃO"?


"Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia."
Hebreus 10:25
Tenho firme convicção de que uma das armas mais eficaz e também mais utilizada por satanás para enganar os cristãos atualmente é a religiosidade. “J. Preston Eby”.
Um dos textos favoritos dos religiosos assíduos, pregadores de púlpito e até exploradores do evangelho, e aqui faço questão de mencionar com letra minúscula, “evangelho”, é um escrito aos Hebreus onde é citado:
Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima. Escritor aos “Hebreus”.



O engraçado é que sempre são utilizados textos fora do contexto para expressar suas vontades e desejos de controlar os Filhos de Deus. E como Preston afirmou em seu livro, satanás gosta muito de utilizar a religiosidade para enganar os cristãos, tornando-os iguais ou piores que os fariseus, bonitinhos por fora e por dentro cheio de toda sorte de podridão… Hipócritas!
Usam a Escritura assim como satanás a usou para distorcer o significado da vontade de Deus em relação ao Filho, e em relação aos Cristãos, e para isto retalham, despedaçam, invertem, não consideram o contexto histórico dos acontecimentos da Palavra revelada. E com isso, pregam qualquer coisa, afinal, para tudo se encontra justificativas na Bíblia, até mesmo para um Filho de Deus se lançar de um penhasco abaixo e se suicidar, pois  existem textos também para isso (fora do contexto, é claro).
A religião humana é a grande contradição terrena, cada uma quer ser a correta, ou mais grave ainda, cada uma se coloca no lugar do Filho de Deus, Jesus Cristo, o Senhor, e se considera o “Caminho” e/ou o intermediário entre Criador e criaturas. E a ironia disso tudo é que a única Religião citada na Bíblia, e, portanto, eu me atrevo a dizer que a única plenamente Divina e pura é: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo. “Epístola de Tiago”.
Usar um versículo bíblico para aprisionar as pessoas é no mínimo, um grande equívoco. Ensiná-lo sem considerar o contexto histórico e textual é um dos desejos do inimigo de nossas almas. O Senhor Jesus não veio aprisionar pessoas em um ambiente registrado em cartório, na Receita Federal, com ata de constituição e CNPJ, não! O Senhor Jesus não veio nos amarrar ao sistema institucional religioso, imitação do judaísmo, não! O Senhor Jesus não veio dar continuidade ao velho modo de adoração e práticas mosaicas, não!
Ele veio rasgar o véu que separava o acesso entre o homem comum (não sacerdote) e Deus. Ele veio criar uma forma de adoração totalmente nova e que independe de lugar, de hora, de paredes e ritos. Ele veio gerar na terra Novas Criaturas nascidas espiritualmente e que se relacionam com Deus, chamando-o de Pai.



O Senhor Jesus veio cumprir a Lei que de alguma forma nos era contrária cravando-a na cruz para que pudéssemos servi-lo com amor e gratidão. Ele veio cumprir definitivamente qualquer forma de sacrifício para que não fosse necessário que continuássemos a sacrificar. Ele veio também nos salvar de nós mesmos, nos livrando do grande pecado da vanglória (gloriar-se em seus feitos).
Não deixar a congregação não tem nada a ver com não deixar a denominação.Mas, usando o texto sem analisar a real intenção do seu uso, dá a entender isso.
Congregação tem a ver com reunião, com a forma de ajuntar-se em torno do nome de Jesus Cristo. Não é reunir-se em torno de um líder, de uma placa, de uma religião, é reunir-se ao nome do Senhor Jesus, somente. Os apóstolos de Cristo tinham uma maneira de reunir-se e devemos ter muito cuidado ao analisar isso, não é chegar de qualquer forma, com quaisquer práticas mencionadas no Antigo Testamento, e achar que isso é um padrão deixado pelo nosso Senhor.
Quando Jesus se encontra com a mulher samaritana, e antes mesmo de ser interrogado a respeito do “lugar de adoração”, pois percebe na afirmação daquela mulher o que ela iria perguntar, Ele é categórico em afirmar que o importante é a forma e não o local. Ele diz:
“Crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão ao Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”.
Não depende de um lugar, e sim, de uma forma correta. Que forma é essa? Em Espírito e em Verdade! Pois Deus é Espírito, e sendo assim, não somos presidiários de templos feitos por mãos humanas.
Mas, o que seria essa adoração em Espírito e em Verdade? Que tal perguntarmos para Paulo? “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional; e não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
Então, adorar em Espírito é oferecer a própria vida, o próprio corpo como sacrifício vivo, vivo e não morto, constante, permanente, que se movimenta, sacrifício contínuo a Deus, separado para Deus, agradável a Deus, isso é o culto racional, o culto inteligente: estilo de vida transformada pelo Espírito Santo.
E não vos conformeis, não vos contenteis com este mundo e o que este mundo ensina, e o que este mundo prega, mas, transformai-vos pela renovação da vossa mente, pela mudança do nosso modo de pensar e agir, o nosso modo de enxergar o mundo ao nosso redor, tudo transformado pela mente de Cristo. Culto racional não é um momento, é um estilo de vida, entenda isso!
Mas, então o que significa não deixar a Congregação?
Significa não deixar o padrão deixado por Jesus para voltar ao velho rito. Significa não abandonar as práticas da igreja primitiva, e que já foi abandonada pela grande maioria dos cristãos. Significa não voltar para o judaísmo e remendar o véu que outrora já foi rasgado. Significa entender o sacerdócio individual de todo crente em Cristo, e não depender da intermediação humana de homem algum no relacionar-se com Deus.
Significa não repetir o erro dos fariseus que se consideravam justos por frequentarem o templo e serem dizimistas. Significa servir a Deus em novidade de vida e não na caducidade da letra. Significa entender que o verdadeiro templo não é de pedras e tijolos, mas, de pedras vivas (pessoas).
Os discípulos perseveravam no templo, sim, é verdade! Mas para quê? E até que ponto fizeram isso? Para compartilhar o que de Cristo tinham aprendido, para ensinar as Boas Novas da Graça, afinal, aquele era o local onde as pessoas se reuniam, onde iam multidões. E detalhe: essas pessoas não ficavam no templo propriamente dito, ficavam no pátio.
Quer saber até quando os apóstolos fizeram isso? Até serem expulsos pelos fariseus, pois templo não era lugar de ensinar o Evangelho, e sim, de ministrar o sacerdócio da Antiga Aliança, assim como é na maioria das denominações, infelizmente!
Quem ensina que os apóstolos perseveravam no templo, para justificar a ida, deveria ensinar também o que vem após isso no mesmo livro de Atos. Mas, para quê hein? Isso seria inconveniente. Quem ensina que Jesus purificou o templo derrubando as mesas dos cambistas e chamando aquele lugar de Casa de meu Pai, deveria ensinar também o que vem depois disso, no mesmo Evangelho de Jesus. Você leu querido (a) o Evangelho todo?
As Escrituras afirmam que chegaria um tempo em que não suportariam a sã doutrina, não suportariam os pensamentos de Deus, a vontade de Deus, mas, ao contrário arrumariam para si mestres conforme as suas concupiscências, conforme os seus desejos. E optariam em ouvir aquilo que fosse agradável aos ouvidos, aquilo que é gostoso e não aquilo que é verdadeiro, preferindo as fábulas, as mentiras.
O escrito aos Hebreus é a carta onde mais é denunciado o legalismo cristão (inserção do judaísmo nas práticas da Igreja), e mesmo assim é usado com outros propósitos diferentes do original registrado em sua totalidade. Se você foi chamado a ensinar a Palavra aos irmãos, peço-te em nome de Jesus que comece a ensiná-la como ela é, em sua totalidade. Não queira tapar o sol com a peneira! Ensine o Evangelho do Senhor Jesus e não aquilo que é conveniente. De nada adianta usar o dom que Deus lhe deu para aprisionar as pessoas, pois isso nunca foi e nunca será Evangelho.
O Evangelho de Cristo, diferente das falácias religiosas, Liberta, não aprisiona! O Evangelho do Reino de Deus aqui na terra deve ter como excelência o amor ao próximo e não a fala incoerente das vozes fanáticas por qualquer coisa, menos por Jesus. Pense nas palavras do escritor aos Hebreus, e desta vez não cito referências, apenas livros, para incentivar os irmãos a lerem a Bíblia, ao invés de lerem porções. Está escrito:
“Nós temos um altar do qual não têm direito de comer os que ministram no tabernáculo (símbolo da antiga aliança). O sumo sacerdote leva sangue de animais até o Santo dos Santos, como oferta pelo pecado, mas os corpos dos animais são queimados fora do acampamento”.
Assim, Jesus também sofreu fora das portas da cidade, para santificar o povo por meio do seu próprio sangue. Portanto, saiamos até ele, fora do acampamento (fora do arraial, fora do aprisco), suportando a desonra que ele suportou. Pois não temos aqui nenhuma cidade permanente, mas buscamos a que há de vir. 


AS OFERTAS SÃO MESMO PARA A OBRA DE DEUS?


"Daí a César o que é de César..." Lucas 20:25

Quantas não foram as vezes que ouvimos os "pastores" dizerem que as ofertas e dízimos são para a obra de Deus? Bilhões de vezes! Mas será que essa grana preta toda está indo mesmo para a "obra de Deus"? Claro que não é necessário ser nenhum expert em nada e nem ter uma inteligência super dotada para ver que a grana das ofertas, dízimos, sacrifícios, donativos, campanhas, votos, desafios, ajudas ou seja lá o nome que o "ungidão" dá, vai para tudo no mundo, menos para a obra de Deus! Se você ainda tem dúvida (não sei como teria) vamos ver mais alguns dados sobre a riqueza adquirida por meio disso tudo e o que ele poderia fazer de concreto para a obra de Deus de verdade.

"Disseram-lhe, pois: Que faremos para executarmos as obras de Deus? Jesus respondeu, e disse-lhes: A obra de Deus é esta: Que creais naquele que ele enviou". João 6:28, 29.

Mas o que estamos vendo hoje dentro das denominações evangélicas e o comportamento dos ditos "pastores", ou os "ungidos do Senhor", não é nada que nos faça crer em Deus, em Jesus Cristo! Ao contrário, o que eles tem aprontado só faz as pessoas que não conhecem o evangelho (e muitas que já tem conhecimento) de duvidar da existência de um salvador, de um criador!

Essa classe que tanto fala para não nos apegarmos aos bens materiais e principalmente ao dinheiro tem feito exatamente isso! E o pior: tem deturpado as palavras do criador para enganar as pessoas oferecendo o que Jesus, O Salvador, nunca ofereceu e com isso tomar, surrupiar e pilhar todas as economias e bens de um povo ignorante das palavras de Deus!

Amado, se você está em uma denominação evangélica, peço-lhe: NÃO CAIA NAS ARMADILHAS DESSA RAÇA DE VÍBORAS!

O dinheiro arrecadado dentro desses templos daria para resolver os problemas de todos os membros e depois de todas as pessoas do Brasil (independente de religião ou sem religião).

A bíblia é o manual de fé e conduta do cristão (você é cristão? então deve ser guiado por ela!), e é nela que podemos conferir o que deve ser feito com o dinheiro em forma de ofertas que entram nos templos ditos "evangélicos" (Se são evangélicos é porque são de acordo com os evangelhos!), vamos ver?

Quando a lei de  Moisés era válida:

"Então, virá o levita (SACERDÓCIO QUE JÁ TEVE FIM) e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e se fartarão; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda a obra que tuas mãos fizerem". Deuteronômio 14:29.

O famigerado dízimo, que os "pastores" tanto dizem que é para obra de Deus, tinha como uma de suas três únicas funções, o de ajudar os necessitados, até mesmo os que não eram judeus convertidos ao judaísmo! Porque isso não acontece hoje? Os ditos "pastores" só se lembram da parte "trazei todos os dízimos..." mas os necessitados, as viúvas, os estrangeiros e os órfãos eles tem se esquecidos!

E como eram usados o dinheiro que os apóstolos recolhiam no novo testamento?

"Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos.

E REPARTIA-SE A CADA UM, SEGUNDO A NECESSIDADE QUE CADA UM TINHA".
Atos 4:34, 35.

Veja que os apóstolos NÃO PEDIAM NADA! O  povo se convertia de tal modo que dava de livre e espontânea vontade, SEM ALGUM LÍDER PEDIR, COAGIR, PROMETER O MUNDO E O FUNDO, AMEAÇAR DE MALDIÇÃO, o povo simplesmente dava LIBERALMENTE!

O apóstolo Paulo sabia muito bem que pedir ofertas era algo complicado e que poderia ser mal visto principalmente pelos não convertidos, por isso ele deu essas palavras DESTINADAS AOS PRESBÍTEROS:

"Eu sei que, depois de minha partida, ENTRE VÓS PENETRARÃO LOBOS VORAZES, QUE NÃO POUPARÃO O REBANHO. E QUE, DENTRE VÓS MESMOS, SE LEVANTARÃO HOMENS FALANDO COISAS PERVERTIDAS PARA ARRASTAR OS DISCÍPULOS ATRÁS DELES.

DE NINGUÉM COBIÇAI PRATA, NEM OURO, NEM VESTES, VÓS MESMOS SABEIS QUE ESTAS MÃOS SERVIRAM PARA O QUE ERA NECESSÁRIO A MIM E AOS QUE ESTAVAM COMIGO!

TENHO MOSTRADO A VOCÊS EM TUDO QUE, TRABALHANDO ASSIM, É NECESSÁRIO SOCORRER OS NECESSITADOS E RECORDAR AS PALAVRAS DO PRÓPRIO SENHOR JESUS: MAIS BEM AVENTURADO É DAR DO QUE RECEBER" Atos 20:29-35.

Essas palavras: "MAIS BEM AVENTURADO É DAR DO QUE RECEBER..." foi destinada aos presbíteros e não ao povo! Interessante que os "pastores" deturpam isso também!

Em outra oportunidade o mesmo apóstolo Paulo fala que, "mesmo que os sacerdotes levitas tinham direitos de receber do altar judaico, ele ABRIRIA MÃO DISSO PARA NÃO SER OBSTÁCULO AO EVANGELHO! Que lindo isso, não é mesmo? Porque nenhum "pastor toma essa atitude hoje também? Só querem praticar o que lhes favorecem! Isso é PILANTRAGEM, CANALHICE DESCARADA!

"Não atarás a boca do boi quando  pisa o trigo. Acaso é com bois que Deus se preocupa? Ou é, seguramente, por nós que ele o diz? Certo que é por nós o que está escrito! Pois o que lavra cumpre fazê-lo com esperança; o que pisa o trigo faça-o na esperança de receber a parte que lhe é devida.
se nós vos semeamos as coias espirituais, será muito recolhermos de vós bens materiais? Se outros participam desse direito sobre vós, não o temos em maior medida?

ENTRETANTO, NÃO USAMOS DESSE DIREITO, ANTES, SUPORTAMOS TUDO, PARA NÃO CRIARMOS OBSTÁCULOS AO EVANGELHO DE CRISTO!"

ESSA É A ÚNICA PARTE QUE ESSES PASTORES SAFADOS PREGAM PARA O POVO IGNORANTE:

"Não sabeis vós que os que prestam serviços sagrados do próprio templo se alimentam? e quem serve ao altar do altar tira seu sustento? Assim ordenou também o Senhor aos que pregam o evangelho que vivam do evangelho!

EU, PORÉM, NÃO ME TENHO SERVIDO DE NENHUMA DESTAS COISAS..."

1 Coríntios 9: 9-15.

Viram que atitude nobre a do apóstolo Paulo? Ele abriu mão sabendo que teria muita gente que não veria isso com bons olhos, preferiu trabalhar e se sustentar e sustentar os que iam com ele para que as pessoas não achasse que ele era um aproveitador, um vagabundo, um picareta! Porque nenhum "pastor" toma uma atitude como essa hoje? Pedir ofertas e dízimos da lei ele lembra, não é?

O apóstolo paulo continuou ensinando sobre as ofertas arrecadas em 2 Coríntios 8, e no título diz:

"A OFERTA DAS IGREJAS DA MACEDÔNIA PARA OS POBRES DA JUDÉIA".

O título é bem claro, não é?

"Porque, se há boa vontade, será aceita conforme o que o homem tem e não segundo o que ele não tem. Porque não é para que outros tenham alívio, e vós, sobrecarga; mas par que haja igualdade, suprindo a vossa abundância, no presente, a falta daqueles, de modo que a abundância daqueles venha suprir a vossa falta, e, assim haja igualdade..." 2 Coríntios 8:12-14.

Não vemos os apóstolos gastarem dinheiro com templos, com grandes eventos, com bens materiais em nome de uma instituição humana!

Hoje, o dinheiro arrecadado nessas falsas casas de Deus daria para resolver os problemas de todos dentro e fora dela, mas o que se tem feito com esse dinheiro? Veremos na reportagem a seguir:

Retirado de uma reportagem do jornal Folha de São Paulo, e as partes com letras maiúsculas fica por conta do denunciante dessas seitas, ANDRÉ DE MORAES.



"A prefeitura de São paulo deixa de arrecadar anualmente com o iptu de templos religiosos -beneficiários de imunidade tributária- CERCA DE R$ 110 MILHÕES!

Calculando pelo jornal Folha de São paulo a patir do cadastro de imóveis, esse montante seria suficiente para erguer 22 creches. A cidade de São paulo tem no total 5.734 templos. O tributo rende cerca de R$ 6,5 bilhões aos cofres municipais.

além de IPTU, templos tem isenção de outros tributos, como o ISS (sobre serviços). A imunidade fiscal do IPTU é prevista na constituição desde 1946 e, atualmente, é tema de debate no Congresso.

a bancada religiosa (evangélica e católica principalmente) na câmara quer ampliar a isenção de IPTU, incluindo o caso de imóveis alugados pelos templos -na capital paulista, isso já é uma realidade (ONDE FICA A PASSAGEM DE "DAI A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR...?)



Há também grupos contrários, que defendem o fim de todas as isenções aos templos.

O valor de R$ 110 milhões calculado pela Folha considera impostos que seria cobrado dos templos com base no valor dos imóveis e nas alíquotas básicas do IPTU e não inclui características dos terrenos que podem influenciar o valor final. Segundo a estimativa da prefeitura, a isenção fiscal aos templos está na casa dos R$ 90 milhões.

Para efeito de comparação, um hospital com cerca de 250 leitos (NECESSITADOS) em construção em Parelheiros (zona sul) tem custo estimado de R$ 148 milhões. Na educação, os R$ 110 milhões poderiam erguer 22 creches (ÓRFÃOS)

No maior local de culto da cidade em área construída, com 75.948 m2, o falso templo de Salomão, da seita Universal do Reino de um deus, teria IPTU anual de cerca de R$ 3 milhões por ano!

Cercado de polêmica desde sua inauguração em 2014, o local ainda não em alvará definitivo. Sem isenção até o momento, o templo consta como devedor de R$ 7,6 milhões em IPTU (na época da reportagem). Segundo a seita Universal, a imunidade está em análise pela prefeitura.

Na lita de entidades religiosas com mais templos, também aparece a seita Universal, como a 14 maior proprietária de locais de culto, com 21.

A colocação se deve ao fato de, ao contrário de outras evangélicas, a seita Universal adotar prática de alugar os locais onde faz seus cultos. Amparada por lei municipal, não paga IPTU desses imóveis.


A igreja mais beneficiada pelo não pagamento de tributos é a SEITA, MÃE DE TODAS AS PROSTITUTAS EVANGÉLICAS, A CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA (SERIA BOM QUE VOLTASSE PARA ROMA, QUE É SEU LUGAR). Segundo o levantamento, ela tem 730 imóveis cadastrados como templos na cidade - renderiam ao ano R$ 17 milhões em IPTU!



DEBATE NO CONGRESSO (COMO?)

Ligados à SEITA UNIVERSAL DO REINO DO EDIR MACEDO, o senador (E SOBRINHO DO MAIOR FALSO PROFETA DO BRASIL, EDIR MACEDO) Marcelo Crivella (PRB-RJ) é autor de uma proposta de Emenda à Constituição que tramita para garantir a imunidade a entidades religiosas que alugam imóveis em todo o país. Lá, a Comissão de Direitos Humanos debate uma proposta popular - cujo relator é o próprio Crivella (TÁS DE SATANAGEM, NÃO É?) que vai no sentido inverso: quer o fim de toda imunidade! (ISOS DEVE SER PIADA, NÃO É MESMO?).

Para o presidente da ATEA (Associação Brasileira de Ateus e agnósticos), Daniel Sottomaior, é difícil haver mudança na Constituição devido à influência religiosa na política. Para ele, a imunidade atenta contra o estado Laico (JESUS! TÔ VENDO DEUS FALAR PELA BOCA DE UM ATEU! FALAAAAA DEUS!) Só faltou o Daniel Sottomaior usar a passagem de Licas 20:25: "DAI A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR..."

Questionada, a Arquidiocese de SP da SEITA Católica disse que "reafirma seu compromisso de colaboração a São Paulo, onde atua desde a sua fundação na assistência social, na edcação, na promoção humana e na defesa dos mais pobres" (BEM, ISSO NÃO POSSO SER IDIOTA E FANÁTICO A PONTO DE NEGAR. MINHA ESPOSA MESMO TEVE NOSSA FILHA EM UM HOSPITAL CATÓLICO DE ÓTIMA QUALIDADE EM SÃO PAULO. FORA OS ORFANATOS, CRECHES, ESCOLAS, FACULDADES, ASILOS E VÁRIOS TRABALHOS SOCIAIS QUE A CATÓLICA TEM ESPALHADOS PELO BRASIL TODO. NISSO TENHO QUE APLAUDIR).

A SEITA UNIVERSAL DO REINO DO MACEDO, disse defender o Estado Laico (NÃO DIGA!), mas afirmou que a imunidade tributária "apenas assegura esse livre exercício dos cultos sem a interferência de governos".

OPINIÃO ANDRÉ DE MORAES:

Depois de ver todo esse roubo descarado amparado pela lei, que foi forjada em papéis da corrupção, como podemos falar algo de bom dessas denominações?
sabendo que dentro delas mesmo existem milhares de pessoas passando as mais diversas dificuldades e misérias, e que esse dinheiro todo deveria ser usado para acabar com as necessidades dessas pessoas! Em hipótese alguma podemos chamar essas instituições de CASA DE DEUS, ou IGREJAS!

Hoje o sistema DENOMINAÇÃO, que é um sistema muito bom se fosse praticado da forma como os apóstolos usaram no passado, virou uma excelente forma de roubar o dinheiro do povo de forma legal pelas leias humanas, mas Deus não é trouxa nem cego e tudo o que essas seitas malditas estão roubando ao longo de suas existências irão dar contas diante do próprio Deus!

E o mais interessante é que VOCÊ QUE FAZ PARTE DESSA PODRIDÃO TODA TAMBÉM PRESTARÁ CONTAS A DEUS!

Deixo outra passagem bem clara do que se deve fazer com os recursos materiais que os cristãos conquistam nesse mundo:

"ORA, AQUELE QUE POSSUIR RECURSOS DESTE MUNDO, E VER SEU IRMÃO PADECER NECESSIDADE, E FECHAR-LHE O CORAÇÃO, COMO PODE PERMANECER O AMOR DE DEUS?" 1 João 3:17.

sábado, 6 de janeiro de 2018

IDEOLOGIA DE GÊNERO É ABUSO PSICOLÓGICO!

Presidente de Associação de Pediatras dos EUA garante: ideologia de gênero é abuso psicológico




EUA — Michele Cretella, pediatra há quase 20 anos e presidente da associação norte americana de pediatras American College of Pediatricians, avaliou a imposição da ideologia de gênero nas crianças e adolescente através do ensino escolar. Ela afirma que existe uma enorme confusão no que se refere à disforia de gênero e pessoas que se declaram transgênero.
Em um vídeo sobre o assunto, diz: “Nosso corpo revela nosso gênero. O gênero biológico não é atribuído. O sexo é determinado na nossa concepção, pelo nosso DNA. É algo replicado em todas as células do nosso corpo.”. Para a doutora, o sexo biológico não é algo que varia.
“A sexualidade humana é binária: macho ou fêmea. Existem pelo menos 6500 diferenças genéticas entre homens e mulheres. Hormônios e cirurgias não podem mudar isso. A identidade não é algo biológico, é psicológico. Tem mais a ver com o que pensamos do que aquilo que sentimos. Pensamentos e sentimentos não têm uma conexão biológica. Nossos pensamentos e sentimentos podem estar factualmente certos ou errados”, diz a pediatra.
“Sejamos claros. Ninguém nasce transgênero”, diz a médica ao lembrar que se identidade de gênero fosse algo intrínseco ao DNA de uma pessoa, os gêmeos idênticos sempre teriam a mesma identidade de gênero, mas não é isso que acontece. Para ela, administrar bloqueadores de hormônios ou castrações químicas em menores é um “abuso infantil”, pois as altas dosagens desses medicamentos irão aumentar as chances de doenças cardíacas, derrames, diabetes, câncer e problemas emocionais.
“Doutrinar todas as crianças desde a pré-escola com a mentira que elas podem estar presas no corpo errado corrói toda a base dos testes de realidade infantis. Se eles não podem confiar na realidade de seus corpos físicos, em quem ou no que poderão confiar? A ideologia transgênero nas escolas é um abuso psicológico que geralmente conduz as crianças para castração química, esterilização e mutilação cirúrgica”, finaliza.

Fonte: http://odiarionacional.org/2017/12/17/crianca-transgenero-abuso-infantil-ideologia/

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Profecias se cumprindo: a Diáspora!



  • Deus declarou que o Seu povo seria espalhado "entre todos os povos, de uma até à outra extremidade da terra" e assim aconteceu:

"E o Senhor vos espalhará entre todos os povos, desde uma extremidade da terra até à outra; e ali servireis a outros deuses que não conheceste, nem tu nem teus pais; ao pau e à pedra." Neemias 1:8
"Porque eis que darei ordem, e sacudirei a casa de Israel entre todas as nações, assim como se sacode grão no crivo, sem que caia na terra um só grão." Zacarias 7:14



O "judeu errante" é encontrado em toda a parte. A precisão dessas profecias aconteceram exclusivamente aos judeus e tornou-se marcante, porque segue, cumprimento após cumprimento, até que a existência de Deus através do trato com o povo que Ele escolheu, se torne irrefutável.
  •  Deus avisou-os que, onde quer que vagassem, seriam:

"... pasmo, por ditado, e por fábula, entre todos os povos" "... por provérbio e motejo entre todos os povos." Jeremias 29:18
"... e para que sirvais de maldição, e de opróbrio entre todas as nações da terra?"    
"... perseguidos com a espada, com a fome, e com a peste; e dá-los-ei para deslocarem-se por todos os reinos da terra, para serem uma maldição, e um espanto, e um assobio, e um opróbrio entre todas as nações para onde os tiver lançado." Jeremias 29:18

"... e para que sirvais de maldição, e de opróbrio entre todas as nações da terra?" Jeremias 44:8



Incrivelmente, esta tornou-se a realidade dos judeus através da História, e a geração presente sabe-o muito bem. A maledicência, o desprezo, as piadas, o ódio violento chamado "anti-semitismo", não apenas entre os muçulmanos,mas também entre os que se dizem cristãos, é um facto único na história persistente e peculiar do povo judeu. Mesmo hoje, apesar da terrível lembrança do Holocausto promovido por Hitler, que chocou e envergonhou o mundo inteiro como um desafio à lógica e á consciência, o anti-semitismo está vivo e agrava-se em todo o mundo. Além disso, os profetas declararam que o povo judeu, depois de espalhado pelos quatro cantos da terra, não seria apenas difamado, denegrido e descriminado, mas:
  •  Seria perseguido e assassinado como nenhum outro povo na face da terra. Facto que a história atesta com eloquente testemunho, pois é exactamente o que vem acontecendo aos judeus, século após século, onde quer que eles se encontrem.

O registo histórico de qualquer outro povo não contém sequer algo que se aproxime ou assemelhe ao pesadelo de terror, humilhação e destruição, que os judeus têm suportado no decorrer da História, às mãos dos povos entre os quais foram espalhados. É uma vergonha ver que muitos daqueles que afirmam ser cristãos, seguidores de Cristo, Ele mesmo um judeu, tenham estado e continuem a estar na linha da frente com o firme propósito de perseguir e exterminar os judeus.
Depois de terem ganho a completa cidadania no Império Romano pagão, no ano 212, sob o édito de Caracalla, os judeus tornaram-se cidadãos de segunda e objecto de uma incrível perseguição depois que o imperador Constantino, supostamente, se tornou cristão. A partir daí, os que se chamavam cristãos tornaram-se mais cruéis com os judeus do que os pagãos alguma vez haviam sido. Os papas católicos romanos foram os primeiros a fomentar o anti-semitismo. Hitler, que permaneceu católico até ao fim, afirmou que estava apenas a seguir o exemplo deles e a concluir o que eles tinham começado. Quando os judeus de Roma foram libertados dos guetos pelo exército italiano em 1870, a sua libertação pôs fim a cerca de 1500 anos de inimaginável humilhação e degradação às mãos daqueles que afirmavam ser os vigários de Cristo. Papa nenhum odiou mais os judeus do que Paulo IV (1555-1559), cuja crueldade foi muito além da imaginação humana. O historiador católico, Peter de Rosa, confessa que:
“uma sucessão de papas reforçou os antigos preconceitos contra os judeus, tratando-os como leprosos, indignos da protecção da lei. Pio VII (1800-1823) foi sucedido por Leão XII, Pio VIII, Gregório XVI e Pio IX (1846-1878) _ todos eles discípulos de Paulo IV”.

O historiador Will Durant lembra-nos que Hitler teve bons precedentes para fundamentar as suas sanções contra os judeus:

"O concílio (católico romano) de Viena (1311) proibiu qualquer transacção entre cristãos e judeus. O Concílio de Zamora (1313) estabeleceu que era proibido aos cristãos associarem-se aos judeus... E levou as autoridades seculares (como a Igreja havia há muito estabelecido em Roma e nos Estados papais) a confinar os judeus em quarteirões separados (guetos), compelindo-os a usar um distintivo (antes era um chapéu amarelo) e a assegurar-se da que frequentavam os sermões na ICAR para que se convertessem."

  •  Deus declarou que, apesar de tais perseguições e massacres periódicos, Ele não permitiria que o Seu povo fosse destruído, mas que o preservaria como um grupo étnico e nacional identificável:
"Porque eu sou contigo, diz o Senhor, para te salvar; porquanto darei fim a todas as nações entre as quais te espalhei; a ti, porém, não darei fim, mas castigar-te-ei com medida, e de todo não te terei por inocente."  Jeremias 31:35-37
"Assim diz o Senhor, que dá o sol para luz do dia, e as ordenanças da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, bramando as suas ondas; o Senhor dos Exércitos é o seu nome. Se falharem estas ordenanças de diante de mim, diz o Senhor, deixará também a descendência de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre. Assim disse o Senhor: Se puderem ser medidos os céus lá em cima, e sondados os fundamentos da terra cá em baixo, também eu rejeitarei toda a descendência de Israel, por tudo quanto fizeram, diz o Senhor." Jeremias 31:35-37


Os judeus teriam todas as razões e mais algumas para se misturarem através de casamentos [com os gentios], de mudarem os seus nomes e de esconderem a sua identidade de todas as maneiras possíveis, a fim de escaparem à perseguição. Do ponto de vista humano, deixar de se misturar através do casamento não fazia sentido. A absorção religiosa e cultural por aqueles entre os quais eles viviam parecia inevitável. Assim sendo, poucos dos sinais que caracterizavam os judeus como um povo distinto permaneceriam até hoje. Afinal, aqueles exilados desprezíveis foram espalhados por todos os cantos da terra ao longo de 2.500 anos, desde a destruição de Jerusalém por Nabucodonosor em 586 a.C.  O facto é que, contra todas as previsões humanas, os judeus permaneceram um povo distinto depois de todos esses séculos. Esta constatação coloca-nos perante um fenómeno sem paralelo na História, e absolutamente peculiar aos judeus. Para a maioria dos judeus que viviam na Europa, a lei da igreja tornava impossível o casamento misto sem a conversão ao catolicismo romano. Aqui, mais uma vez, a Igreja Católica desempenhou um papel infame. Durante séculos era pecado mortal, sob a jurisdição dos papas, os casamento entre judeus e cristãos e os casamentos mistos eram proibidos mesmo para aqueles que o desejassem. Será que a "tradição" poderia ser tão forte sem uma fé real e inabalável em Deus? Porque é que eles preservaram a sua linhagem sanguínea, se não possuíam uma terra própria, se a maioria não cria literalmente na Bíblia, e se a identificação racial só lhes trazia as mais cruéis desvantagens? 
Do ponto de vista humano, deixar de se misturar através do casamento não fazia sentido. A absorção religiosa e cultural por aqueles entre os quais eles viviam parecia inevitável. Assim sendo, poucos dos sinais que caracterizavam os judeus como um povo distinto permaneceriam até hoje. Afinal, aqueles exilados desprezíveis foram espalhados por todos os cantos da terra ao longo de 2.500 anos, desde a destruição de Jerusalém por Nabucodonosor em 586 a.C.
Será que a "tradição" poderia ser tão forte sem uma fé real e inabalável em Deus?

A Bíblia diz que, quando Deus determinou guardar o Seu povo escolhido e separado para Si próprio:
"Assim diz o Senhor, que dá o sol para luz do dia, e as ordenanças da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, bramando as suas ondas; o Senhor dos Exércitos é o seu nome. Se falharem estas ordenanças de diante de mim, diz o Senhor, deixará também a descendência de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre. Assim disse o Senhor: Se puderem ser medidos os céus lá em cima, e sondados os fundamentos da terra cá em baixo, também eu rejeitarei toda a descendência de Israel, por tudo quanto fizeram, diz o Senhor." Jeremias 30:11

"Como, pois, se saberá agora que tenho achado graça aos teus olhos, eu e o teu povo? Acaso não é por andares tu connosco, de modo a sermos separados, eu e o teu povo, de todos os povos que há sobre a face da terra?"Êxodo 33:16

"E ser-me-eis santos, porque eu, o Senhor, sou santo, e vos separei dos povos, para serdes meus." Levítico 20:26

Ele fê-lo porque os traria de volta à Sua terra nos últimos dias, antes da segunda vinda do Messias:

"Não temas, pois, tu, ó meu servo Jacó, diz o Senhor, nem te espantes, ó Israel; porque eis que te livrarei de terras de longe, e à tua descendência da terra do seu cativeiro; e Jacó voltará, e descansará, e ficará em sossego, e não haverá quem o atemorize." Jeremias 30:10

"Eis que os trarei da terra do norte, e os congregarei das extremidades da terra; entre os quais haverá cegos e aleijados, grávidas e as de parto juntamente; em grande congregação voltarão para aqui. Virão com choro, e com súplicas os levarei; guiá-los-ei aos ribeiros de águas, por caminho direito, no qual não tropeçarão, porque sou um pai para Israel, e Efraim é o meu primogénito. Ouvi a palavra do Senhor, ó nações, e anunciai-a nas ilhas longínquas, e dizei: Aquele que espalhou a Israel o congregará e o guardará, como o pastor ao seu rebanho. Porque o Senhor resgatou a Jacó, e o livrou da mão do que era mais forte do que ele. Assim que virão, e exultarão no alto de Sião, e correrão aos bens do Senhor, ao trigo, e ao mosto, e ao azeite, e aos cordeiros e bezerros; e a sua alma será como um jardim regado, e nunca mais andarão tristes." Jeremias 31:8-12