terça-feira, 29 de dezembro de 2015

AGENOR DUQUE, FALSO APÓSTOLO, DESMASCARADO COMPLETAMENTE PELA MÍDIA SECULAR!


Numa incansável cruzada por arrecadação, o autointitulado apóstolo Agenor Duque, da Igreja Plenitude do Trono de Deus, pede à plateia que raspe a carteira e que doe até o décimo terceiro salário. Já anda de Porsche e voa de jatinho.

Por ALINE RIBEIRO, COM HARUMI VISCONTI, na Época


culto do Bispo Agenor Duque da igreja evangelica  Plenitude do Trono de Deus (Foto: Rogério Cassimiro/ÉPOCA)

Agenor Duque num culto em novembro. Ele se veste de estopa em sinal de humildade, mas não dispensa o Nike no pé (Foto: Rogério Cassimiro/ÉPOCA)



Do alto do púlpito, diante de cerca de 7 mil fiéis com as cabeças cobertas por um pequeno pano avermelhado, um homem vestindo uma roupa que imita estopa aponta o dedo para um rapaz da plateia: “Você é homossexual?”, diz ao microfone. Ao ouvir uma resposta afirmativa, continua: “E você quer sair do homossexualismo?”. O interlocutor diz que sim, e é convidado a subir no altar. Enquanto uma canção entorpecente embala a cena, o líder espiritual cerra os dois punhos, ergue os braços e grita: “No milaaaagre de Manassés, Deus apaga da memória agora todo o passado de sofrimento. No milaaaagre de Manassés, Deus faz a pessoa esquecer que um dia foi homossexual”. Volta a se dirigir ao rapaz.
– Seu nome?
– Junior.
– Você tinha alguma vida errada no passado?
– Não.
– Pensei que você era gay... Pensei que você morava com um homem...
– Não, Deus me livre.
Como que num passe de mágica, Junior diz que nunca gostou de homens. Na semana seguinte, volta ao mesmo altar para contar o desfecho de sua história. Diz que seu namorado, ao saber da conversão, caiu no choro. A mãe, surpresa com o esquecimento súbito, cogitou levar o filho a um hospital. Entre gritos entusiasmados de “aleluia” e “eu creio”, o público se levanta e aplaude a transformação.

Receba nossos posts em seu e-mail

Informações relevantes sobre o cotidiano, segundo a ótica cristã. Insira seu email:


Delivered by FeedBurner
O homem das vestes de saco – um figurino para demonstrar humildade diante de Jesus Cristo – é o autoproclamado apóstolo Agenor Duque, um paulistano de 37 anos, filho de pais separados, crescido numa família pobre da Zona Leste de São Paulo, ex-viciado em drogas. No concorrido mercado das igrejas neopentecostais, Duque é o pastor emergente do momento. Com uma forte vocação teatral e adepto da prática de prometer o impossível, Duque abocanha cada vez mais fiéis e começa a incomodar as igrejas concorrentes. Além das usuais curas de doenças e vícios, Duque promete apagar o passado da mente dos fiéis.
Não hesita em abusar de condutas preconceituosas, como propagar o “milagre” de fazer um homem esquecer a homossexualidade ou enfrentar num duelo um suposto adepto do candomblé. Prova de sua destreza para lotar igrejas e influenciar opiniões, o deputado e pastor Marco Feliciano não sai do altar da Plenitude. Na campanha eleitoral do ano passado, o tucano Geraldo Alckmin, reeleito governador de São Paulo, ajoelhou-se no púlpito de Duque.
Num roteiro já conhecido entre os pastores das neopentecostais, Duque começou na Igreja Universal do Reino de Deus e migrou para a Mundial – até que teve uma “visão espiritual” e decidiu criar seu próprio templo. Em setembro de 2006, abria a porta da Igreja Apostólica Plenitude do Trono de Deus. Com R$ 25 mil da venda de um Astra, Duque comprou algumas poucas horas nas madrugadas de rádios e alugou um galpão na Avenida Celso Garcia – que, pela facilidade de acesso e circulação intensa, concentra boa parte das igrejas neopentecostais. Há dois anos, Duque tinha cinco modestas igrejas em São Paulo.
Hoje, são pelo menos 20, espalhadas por São Paulo, Amazonas, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás e Distrito Federal – sem contar as dezenas de núcleos, galpões abertos pelo interior que, ainda sem documentação, não são considerados templos. No ano passado, a Plenitude firmou uma espécie de joint venture evangélica com a igreja de André Salles, o líder evangélico responsável pela conversão da ex-senadora Marina Silva, para aportar em Brasília. Em dois anos, a Plenitude saltou de quatro para 18 horas no canal de televisão RBI. Só entre outubro e novembro, passou de quatro para mais de nove na Rede Brasil TV.
O traje de saco nos cultos é uma espécie de abadá para uma encenação de pobreza. Há tempos Duque deixou a dureza para trás. Como os adeptos do funk ostentação, fora do palco ele se enfeita com cordões, anéis e relógios dourados, bonés e tênis de marcas como Nike e Hugo Boss e adora exibir-se no Instagram. Dirige um Porsche e um BMW. Já se exibiu em um vídeo com uma Ferrari – após críticas de internautas, recuou e disse que o carro era de um “amigo”, o pastor Arthur Willian Van Helfteren, da Igreja Universal do Reino de Deus.
Sempre que viaja, Duque evita apertar o corpanzil nas poltronas da aviação comercial; prefere o conforto de um bimotor Cessna Citation. De acordo com os registros da Agência Nacional de Aviação Civil, a aeronave pertence à Cimeeli Comércio e Indústria, uma empresa sem rastro. O telefone atribuído à Cimeeli é residencial e seus sócios não foram localizados.
Em um universo em que não faltam exageros, os cultos de Duque são espetáculos ainda mais histriônicos. Ele atua em parceria com a mulher, a autointitulada bispa Ingrid Duque, e mais recentemente com o filho adotivo, o pastor Allan. Em suas performances, Agenor Duque intercala suas falas com expressões incompreensíveis que diz virem da língua do Espírito Santo – “Traz o óleo, quibalamacia balabaliã”, diz, em meio ao culto, enquanto checa mensagens no telefone. Suas orações quase sempre terminam com um “hallelujah”, num esforçado sotaque americano.
“A religiosidade brasileira sempre foi muito sincrética. O brasileiro valoriza tudo o que o ajuda a se relacionar diretamente com o sagrado”, afirma Rodrigo Franklin de Sousa, professor de pós-graduação em ciências da religião da Universidade Presbiteriana Mackenzie. “O teatro cai como uma luva.” Os cultos da Plenitude reúnem dramas humanos de todos os tipos. Há mulheres traídas pelo marido, fiéis com pendências com a Justiça, mães desesperadas para tirar o filho da prisão, pais de família desempregados, viciados que tentam resgatar a dignidade.
Converter os dramas em espetáculo e gerar lucro requer organização. Nos cultos de domingo, mais lotados, a igreja é dividida em quadras imaginárias, cada qual vigiada por um pelotão de obreiros. Numa cerimônia, um homem se exaltou e foi contido por seguranças. Curiosa, parte da plateia foi repreendida pelos obreiros: “Deus está no altar lá na frente. Parem de olhar para o lado”.
culto do Bispo Agenor Duque da igreja evangelica  Plenitude do Trono de Deus (Foto: Rogério Cassimiro/ÉPOCA)
O apóstolo Agenor Duque, o pastor André Salles e a bispa Ingrid Duque. Numa espécie de joint venture evangélica, suas igrejas se uniram no ano passado para arrebanhar mais fiéis (Foto: Rogério Cassimiro/ÉPOCA)
Em um dos episódios mais plásticos, no ano passado, Duque estava no altar quando um dos obreiros avisou sobre um homem que, sem abrir a boca, se apresentava como pai de santo e o desafiava. Rodando uma jaqueta ao redor do corpo, o homem subiu ao palco e foi ao encontro de Duque. Como se estivesse num MMA espiritual, Duque encostou a cabeça no adversário, deu dois gritos e – shazam! – o sujeito desmilinguiu-se. A plateia foi ao delírio. “O público gosta”, diz Paulo Romeiro, doutor em ciências da religião. “A igreja neopentecostal brasileira é cega, infantilizada, cheia de picaretas e cambalacheiros.”
Tanto cultos quanto programas no rádio e na TV da Plenitude têm um roteiro simples, que converge para a arrecadação. A pregação da Bíblia é quase inexistente. Invariavelmente, o pastor apresenta um “milagre” e, na sequência, pede dinheiro ostensivamente. Numa tarde de terça-feira, em outubro, uma pastora da Plenitude pediu aos fiéis que abrissem suas Bíblias em 1 Reis 17. A passagem conta a história de uma viúva miserável que, diante de uma onda de fome, doou tudo o que tinha – um punhado de farinha na panela e um pouco de azeite numa botija – a um profeta desconhecido, antes mesmo de alimentar o filho.
Ao final da leitura do capítulo, a pastora gritou ao microfone: “Deus está me dizendo que alguém aqui tem R$ 50 na carteira, é tudo que essa pessoa tem. Se você sentiu que esse chamado é para você, faça como a viúva. Ela deu tudo que tinha, e foi recompensada”. Uma mulher se encaminhou ao altar e retirou a única nota de R$ 50 da carteira. Os pedidos aos demais continuaram num crescente. “Prova para Deus que você acredita. Precisa ser um sacrifício grande, algo que dói! Limpa a carteira! Raspa a carteira! Ou faz como uma mulher no culto desta manhã, que doou o próprio carro.”
A adivinhação no púlpito, diz um ex-obreiro da Plenitude, não passa de uma trapaça. Na chegada à igreja, os fiéis com um pedido especial preenchem uma ficha com sua história – depois colocada no altar. Enquanto lê disfarçadamente o relato, o pastor repete tudo ao microfone como se estivesse tendo uma epifania. Ao reconhecer sua história, o fiel emocionado se dirige ao altar e confirma o milagre. “São verdadeiras empresas da fé”, afirma o teólogo João Flávio Martinez, presidente do Centro Apologético Cristão de Pesquisas. Os pastores que arrecadam mais são recompensados e ascendem. “Eles recebem até bônus”, afirma um ex-obreiro da Plenitude. “Eles dizem que você tem de entrar na mente da pessoa, convencê-la a aceitar o que você diz”, afirma.
Às quintas-feiras, numa reunião fechada de presbíteros, os mais experientes recomendam “agressividade” e “olhar clínico” para identificar potenciais doadores. “Os pastores dessas igrejas são bem preparados, fazem cursos de marketing, de gestão, de oratória. A lógica é unicamente de mercado. Não existe uma base de doutrina”, diz Rodrigo Sousa. Os pastores das maiores agremiações fazem cursos específicos de gestão financeira de igrejas no exterior. A hierarquia é rígida. Como um presidente de empresa, Agenor Duque convive com poucos de seus comandados. Usa até mesmo uma entrada exclusiva na sede. Os insistentes pedidos de entrevista de ÉPOCA – todos negados – percorreram três instâncias antes de chegar a ele.
Em sua incansável cruzada por arrecadação, a Plenitude promove campanhas temáticas com objetivos específicos. Uma do Vale de Elah, traz um boneco recente, gigante que procura reproduzir a figura do rei David, vestido como um guerreiro, com escudo e espada no altar da igreja. Uma loja vende diversos badulaques inspirados longinquamente em temas bíblicos. A gama de produtos inclui a marca própria de roupas e acessórios femininos da bispa Ingrid, na loja Amor Oficial.
Os looks – saias estampadas, calças boca de sino, bolerinhos e vestidos longos com estampas em três dimensões – usados por Ingrid na TV e nas redes sociais são reproduzidos por boa parte das fiéis nos cultos. “Quem usa é escolhida por Deus”, diz Ingrid no Instagram da marca. Como a inflação não respeita nem o sagrado e não está fácil nem para milagreiros, na Amor Oficial também tem liquidação – só muda o nome: a Black Friday, o dia internacional do desconto, chama-se White Friday.
O ritmo de inovação da Plenitude é incessante. Recentemente, Duque passou a pedir o 13º salário dos fiéis – e até o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Para os próximos meses, planeja a construção de um novo templo, para o qual criou uma campanha específica, cuja contribuição começa em R$ 1.000. Em fevereiro, pretende lotar o Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, com capacidade para 13 mil pessoas, e o estádio do Canindé, em São Paulo, que acomoda 21 mil pessoas, com uma atração internacional: o controverso pastor Benny Hinn, que percorre o mundo com seus megacultos milagrosos. “Com a crise financeira, as igrejas neopentecostais estão tendo de se reinventar para entregar resultados”, afirma Rodrigo Sousa. No que depender da criatividade de Duque, a Plenitude pode superar limites.
Banca da unção  (Foto: Época )

***
Época

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

SUIÇA DÁ "CAIXA DO SEXO" COMO BRINQUEDOS EDUCATIVOS!

FONTE:  http://memolition.com/2014/02/09/sex-box-for-swiss-kids/

As crianças do jardim de infância suíços em breve terá seus próprios brinquedos caixa sexo e genitália para ensiná-los sobre os prazeres do sexo. A caixa é para ser usado como parte de um programa de educação sexual nova e radical para a escola primária crianças com idades compreendidas entre em Basileia.

    
"As crianças devem ser encorajados a desenvolver e vivenciar sua sexualidade de uma forma prazerosa", disse Daniel Schneider, vice-reitor do jardim de infância que ajudou a desenvolver o currículo de educação sexual, juntamente com especialistas. "É importante que eles aprendam a dizer não, se eles não querem ser tocadas em uma determinada área."
Funcionários da educação que têm sido alegadamente inundadas com mais de 3000 reclamações de pais indignados decidiram mudar o nome do programa, mas não fará nada para parar os materiais de ser distribuído nas escolas.







OPINIÃO ANDRÉ DE MORAES:

Muitas pessoas dizem que esses kits e livros dessa natureza não estão emplacando nas escolas pois a sociedade está rejeitando, o que posso dizer é que essa rejeição é temporária! Já ouvimos bastante dizer: "Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura!". Pois é, assim está sendo essa ideologia maldita no meio educativo infantil: está teimando em entrar, soltando aqui e ali alguma "coisinha", amaciando a mente das pessoas, e quando menos se esperar a maior parte das pessoas estarão aceitando isso como normal!
Prepare-se para o pior, prepare seus filhos para esse tempo. E você que não tem filhos te dou um conselho: NÃO OS TENHA!

Governo Lança Cartilha que Estimula Crianças de 09 e 10 Anos de Idade a Fazer Sexo


 
 Nossas crianças estão cada vez mais indefesas dentro das próprias escolas. Veja um novo exemplo de livros que estão invadindo as salas de aula com o objetivo de estimular crianças a partir de 9 e 10 anos a fazerem sexo. O livro é sugerido pelo MEC a diretores e professores da rede pública e privada de ensino.

São livros que não ensinam apenas como colocar um preservativo no pênis. Esses livros também interagem com as crianças, como o modelo mostrado abaixo. Ele se chama “Aparelho Sexual & Cia, Um guia inusitado para crianças descoladas”, escrito pela autora francesa Hélène Bruller e editado no Brasil desde 2007 pela Companhia das Letras.

Para esta autora e para quem publica uma obra dessas, “criança descolada” é criança que está pronta para fazer sexo. Vejam abaixo várias imagens do livro e notem que ele ensina as crianças a transarem, exibindo posições sexuais, explicando o orgasmo e o que se pode sentir com a prática sexual, etc.

Em outra página do mesmo livro, as crianças são estimuladas a colocar o dedo num buraco feito no livro onde se pode simular um pênis ou a introdução dele numa vagina.

Confira abaixo:







No site da editora encontramos a resenha do livro:
Geralmente, os adolescentes sabem menos sobre amor e sexo, e todas as questões que esses temas envolvem, do que os adultos acreditam. Como é estar apaixonado? Como se beija na boca? Por que crescem pelos e espinhas pelo corpo durante a puberdade? O que é masturbação? Como nascem os bebês?
Essas e muitas outras questões intrigantes são explicadas neste guia, com bastante humor mas também com sólida base pedagógica, rigor científico e delicadeza. Inspirado nas aventuras do personagem de histórias em quadrinhos Titeuf - sucesso absoluto na Europa, com onze livros publicados, que venderam mais de dezesseis milhões de exemplares -, Aparelho sexual e cia. traz o humor das tiras do personagem, que aparecem espalhadas pelas páginas do guia, complementando as explicações e deixando a leitura mais leve. Sem cair em moralismo ou usar clichês, a obra trata de todos os aspectos da sexualidade na linguagem do público a que se destina: a paixão, as mudanças da puberdade, a transa, a contracepção, doenças sexualmente transmissíveis, pedofilia e incesto são alguns dos temas esclarecidos.
Com mais de um milhão e meio de exemplares vendidos, e publicado em dez línguas diferentes, este guia virou até exposição na Cidade de Ciências e Tecnologia de La Villette, em Paris. Para aqueles que procuram uma maneira nova e mais atraente de informar os jovens sobre assuntos de maior importância, sem precisar amarrá-los na cadeira...
Convido vocês a lerem as orientações curriculares em relação ao sexo, como esta que vemos no site do MEC "Parâmetros Curriculares Nacionais: ORIENTAÇÃO SEXUAL", vale um post por si só. Outro dia vou colocar apenas alguns trechos para dar uma ideia, mas a ideia é garantir o direito da sexualidade infantil.

E adivinhem quem da apoio para estes projetos? Veja no fim deste documento, que é o mesmo que o de cima:

Apoio:
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - PNUD, Projeto BRA 95/014Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura UNESCOFundo Nacional do Desenvolvimento da EducaçãoFNDE

Participe da petição pública que pede que o Ministro da Educação revogue IMEDIATAMENTE a indicação do referido livro às escolas do Brasil:


No link abaixo você pode ver todas as páginas do livro no original em francês:

TITEUF - Le Guide Du Zizi Sexuel

Jornal fala de Chemtrails: Rastros no Céu de Rio Claro Podem Esconder Ameaça Química.

Leia mais: http://www.anovaordemmundial.com/2014/03/jornal-fala-de-chemtrails-rastros-no-ceu-de-rio-claro-podem-esconder-ameaca-quimica.html#ixzz3toyhABA8


Site Chemtrail, Ameaça Real no Brasil

O Jornal de Rio Claro (São Paulo) publicou hoje, dia 27/03/2014, uma matéria sobre a Geoengenharia no Brasil intitulada "Rastros no céu de Rio Claro podem esconder ameaça química". A equipe do jornal registrou ontem (26/03/2014) em vídeo a ação de aviões soltando chemtrails nos céus de Rio Claro.
O assunto da Geoengenharia raramente foi abordado pela mídia. Não se conhece um jornal que tenha publicado algo a respeito a não ser para tentar descreditar a existência da geoengenharia, como é o caso do DC ( Diário Catarinense), que já publicou algumas matérias ridicularizando o assunto. Sendo assim parabenizamos o Jornal de Rio Claro pelo seu pioneirismo e torcemos para que o mesmo continue trazendo a tona o assunto.
Leia você mesmo a matéria indo direto na página do Jornal onde foi publicada a matéria. Veja abaixo a matéria na íntegra:
Assunto desconhecido por grande parte da população, a discussão sobre a possível existência de "trilhas químicas" nos céus das cidades brasileiras começa já é debatida por grupos preocupados com o assunto. Nesta terça-feira (26), um avião foi flagrado no espaço aéreo de Rio Claro liberando a típica fumaça no céu da região central. 
Ao ver as fotos capturadas em Rio Claro, o catarinense Odebron de Melo, um dos principais estudiosos do assunto no Brasil, afirma veementemente: "Com certeza são chemtrails" (trilhas químicas, em inglês). Para Odebron, essas trilhas são, na verdade, parte de um plano secreto de governos ao redor do mundo. "Essas aeronaves pulverizariam agentes biológicos a altas atitudes, por motivos desconhecidos", declara. A teoria mais aceita pelos envolvidos no assunto, é de uma tentativa dos governos em modificar o clima do planeta.
Diferença entre trilhas químicas e trilhas de condensação

Os adeptos da teoria indicam claras diferenças entre as trilhas químicas e as trilhas de condesação (essas seriam comuns e formadas pelo calor das turbinas na atmosfera gelada). Alguns artigos alertam que as aeronaves mais modernas já contam com sistemas em seus motores que impediriam a formação do vapor resultante da condensação.
Além das trilhas, nossa equipe registrou outra aeronave, que aparentava estar próxima ao primeiro avião. Em nota, a Assessoria de Imprensa da FAB declarou: "devido à excelente visibilidade e contraste que a condição metereológica do momento proporcionou, há a impressão de proximidade em linha de visada, o que não ocorre de fato, devido à defasagem em altitude, de acordo com as regras de tráfego aéreo previstas". A nota também diz que, assim como em uma estrada, podem ocorrer ilusões de ótica ao observar-se aerovias.
Já para o estudioso catarinense, a presença de outra aeronave nas imagens não surpreende. "Eles sempre atacam em bando, pois uma trilha só, pode parecer pouco, mas muitas trilhas juntas formam nuvens artificiais que despejam os agentes tóxicos", argumenta.
O Engenheiro Aeronáutico Lourenço Campos, formado pela UNITAU, diz que a formação de trilhas de condensação (as que não são tóxicas) ainda existe. "Isso ainda é realidade nas aeronaves modernas, pois trata-se de um processo físico". Entretanto, Campos não pôde garantir que a fumaça registrada nas fotos seja formada por trilhas de condensação. "Me estranha o fato de, aparentemente, a fumaça não estar saindo das turbinas", salientou.
Com toda a polêmica criada pelas teorias sobre as trilhas, até a Força Aérea Americana se posicionou. "Essa teoria é um embuste que tem sido investigado e refutado por muitas universidades credenciadas, organizações científicas e publicações de mídia", declarou o órgão do governo americano.
Já para o catarinense Oberon, esse seria só o início de uma série de eventos de ordem global. "Estudo a geoengenharia desde 2011, quando começaram os ataques no Brasil, e posso afirmar que existe muita coisa por detrás disso. É só a ponta do iceberg", alerta.
 

NOSSOS FILHOS NA NOVA ORDEM MUNDIAL!




A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado?
Compreendendo o que realmente é essa Nova Ordem Mundial, e como está sendo implementada gradualmente, você poderá ver o progresso dela nas notícias do dia-a-dia!!
Após ler nossos artigos, você nunca mais verá as notícias da mesma forma
Agora você está com a
"THE CUTTING EDGE"
(Transcrição de um programa de rádio)
 O sistema público de ensino foi planejado para alcançar o objetivo específico de mudar todo o sistema de valores cristãos de milhões de crianças e doutriná-las nos valores da Nova Ordem Mundial. Diversos equívocos e rebeliões da sociedade em relação ao ideal de Deus para a família transformaram o sistema de ensino em um dos mais importantes por meio dos quais Satanás tenta conquistar o coração e a alma das nossas crianças.
Aqui é David Bay, diretor de Old Path Ministries.
E este é The Cutting Edge, um programa de rádio dedicado a exortar e informar o povo de Deus. Estamos comprometidos com o estudo e exposição da imutável e inspirada Palavra de Deus. As visões expressas aqui são nossas e não são necessariamente compartilhadas por esta emissora.
A falência moral de nossa sociedade está bem comprovada.
Poucas pessoas compreendem por que falimos moralmente. No entanto, quando olhamos para a sociedade com os olhos de Deus, por meio da Bíblia, podemos facilmente compreender a razão de estarmos enfrentando problemas sem precedentes. O estudo da nossa sociedade por meio dos olhos de Deus é o que sempre tentaremos fazer aqui; fique conosco para aprender algumas verdades esclarecedoras.
Já estudamos como os planejadores da Nova Ordem Mundial utilizam o Plano das Seis Etapas para a Mudança do Comportamento por meio da mídia de massa para condicionar apropriadamente uma vasta proporção da população a aceitar os valores do Anticristo. [Leia o artigo N1055.] Um grupo de especialistas em óvnis da Nova Era, entrevistado após assistir ao filme "E. T.", surpreendeu o repórter do Los Angeles Times ao declarar: "Tudo está sendo feito por meio das crianças." Nossas crianças preciosas! Satanás está tentando peneirar as almas das nossas crianças como trigo, como tentou fazer com o apóstolo Pedro.
Faz muito sentido que Satanás vise especificamente nossas crianças porque é do meio delas que o país extrairá seus futuros líderes, professores e pais. Assim, as influências ímpias direcionadas diretamente contra nossas crianças estão sendo exercidas diariamente por meio da televisão, dos filmes, vídeos, revistas, livros e fitas cassetes. Entretanto, uma das mais importantes avenidas por meio da qual Satanás está tentando conquistar os corações e as almas das crianças é por meio do sistema público de ensino. Esse será o tópico de nosso programa de hoje.
Os EUA estão fornecendo liderança espiritual no ensino de doutrinas da Nova Era para as crianças nas escolas públicas!! Entretanto, não deveríamos ter sido pegos de surpresa, porque, como a maior parte do Plano para a Nova Ordem Mundial, esse plano de tomar o sistema de ensino público foi publicado há muito tempo. C. F. Potter, autor de Humanism, a New Religion ("Humanismo: Uma Nova Religião", publicado em 1930), diz "A educação é assim um poderoso aliado do humanismo e toda escola pública americana é uma escola de humanismo. O que podem as Escolas Dominicais teístas, funcionando uma hora, uma vez por semana, e ensinando apenas a uma fração das crianças, fazer para vencer a maré de cinco dias de um programa de ensino humanista?"
No entanto, a importância da educação para alcançar essa Nova Ordem Mundial esteve aparente nos anos 1800. Lembre-se, a Nova Ordem Mundial é uma ditadura absoluta sob um Governo Mundial Único. O primeiro Plano publicado da Nova Ordem Mundial foi o Manifesto Comunista, de Karl Marx, em 1875. Marx relacionou dez passos que toda nação deveria dar para chegar ao Comunismo. O Passo número 10 seria instituir o ensino público obrigatório, com regulamentação governamental. Visto que os EUA estão comprometidos com a Nova Ordem Mundial desde 1776, não deveríamos estar surpresos em compreender que a educação foi sistematicamente movida do setor privado para o setor público, com diversas regulamentações e poderes do governo. Isso não quer dizer que todos os sistemas de ensino público que existiram na história foram ruins. Entretanto, o Plano é usar o ensino público como um aríete para destruir o antigo sistema e então doutrinar as crianças dentro do novo sistema.
O primeiro passo é destruir o sistema antigo, que nos EUA está baseado no cristianismo bíblico evangélico. Esse sistema permeou todos os aspectos da sociedade, especialmente a família e as escolas. As crianças recebiam instrução doméstica fundamental em religião, moral, disciplina e relacionamentos interpessoais normais, conforme modelados no lar. A criança vinha para a escola com esse fundamento protetor e sustentador, e estava assim preparada para receber uma educação acadêmica. Os pais davam apoio à educação de suas crianças em todo esse caminho. Sem esse envolvimento e apoio dos pais, nenhuma criança podia aprender apropriadamente.
Os primeiros passos óbvios para destruir o antigo sistema educacional, que estava baseado em princípios bíblicos e na família tradicional, são destruir a família. Entretanto, essa é uma tarefa das mais difíceis, que requerer ação inicial forte e contínua do princípio ao fim do caminho até que a meta final seja alcançada de não existirem famílias na Nova Ordem Mundial, e de as crianças serem doutrinadas nos valores do novo sistema. Um estudo apropriado desse assunto dos mais complexos é obviamente impossível neste programa de rádio de trinta minutos. Entretanto, podemos enfatizar o aspecto singular de como as escolas estão agindo atualmente de tal forma a destruir os valores bíblicos cristãos em geral e a família em particular. Neste programa examinaremos como o sistema escolar foi especificamente projetado para alcançar esse objetivo específico.
Antes de começarmos, vejamos rapidamente alguns passos históricos fundamentais que trouxeram os EUA ao ponto de nossa discussão hoje:
Passo 1 — Depois da Segunda Guerra Mundial, o povo americano começou a se afastar da proclamação fiel de toda a verdade da Palavra de Deus. As igrejas neo-evangélicas começaram a proclamar que não tínhamos de permanecer separados do mundo e as principais igrejas protestantes começaram a negar as doutrinas cristãs básicas. Um sintoma dessa enfermidade foi o estabelecimento, em 1948, do Conselho Nacional de Igrejas e do Conselho Mundial de Igrejas. Assim, as pessoas começaram a se desviar do Deus verdadeiro e seus corações começaram a esfriar em relação a Jesus Cristo.
Passo 2 — No início dos anos 50, a televisão fez sua estréia. As pessoas começaram a se desviar para valores morais não-cristãos e para o materialismo. A televisão também foi o meio perfeito de recondicionar toda a população simultaneamente.
Passo 3 — Em 1963, a Suprema Corte decidiu que a oração em escolas públicas era inconstitucional. Essa decisão infame efetivamente expulsou Deus das escolas. Visto que a natureza odeia o vácuo, Satanás estava esperando para encher esse vácuo religioso com sua religião falsa. Começando em meados dos anos 60, os valores tradicionais do matrimônio e do sexo apenas dentro do casamento foram rejeitados por milhões de jovens. Era a época do "amor livre". Sexo e criação de filhos começaram a ocorrer regularmente fora do casamento.
Passo 4 — Por volta do início dos anos 70, as famílias de mães solteiras começaram a se tornar mais comuns. Muitos homens jovens não viam nenhuma necessidade de ficar com as moças que tinham engravidado e com as crianças que tinham gerado. Conseqüentemente, surgiram muitas famílias sem a liderança tradicional pai-mãe. Atualmente, uma de cada quatro crianças nasce fora do casamento.
Passo 5 — A ruptura na família tradicional começou a erodir seriamente a base essencial que habilita as crianças a aprender. Além disso, as atitudes dos pais continuaram a se tornar mais egoístas, mais violentas nos relacionamentos e mais abusivas. Tudo isso é o resultado direto da rejeição a Deus por parte dos indivíduos e do governo.
Passo 5a — Psicólogos respeitáveis começaram a aconselhar os pais a não disciplinarem fisicamente seus filhos. Esse falso ensino resultou em milhões de crianças que cresceram rebeldes contra toda figura de autoridade em suas vidas. Visto que esse fenômeno começou em meados dos anos 60, essas crianças rebeldes estão agora tendo filhos rebeldes. Além disso, os governos estaduais e federal começaram a entrar nessa arena ditando que nenhuma punição física deva ocorrer na escola e que os pais não devem castigar fisicamente em casa. A rebelião ficou manifesta.
Passo 5b — Ao mesmo tempo, os livros-texto e outros currículos de aprendizagem sistematicamente excluíram Deus do processo educacional. Em nenhum lugar isso é mais aparente que no ensino da Teoria da Evolução e nos princípios do humanismo em todo o currículo.
Passo 6 — Com conseqüências fatais, os governos estaduais e o federal reconheceram o problema e entraram com sua "solução". Entretanto, o governo raramente resolve algum problema. Como Ronald Reagan declarou em 1972, quando ainda era governador da Califórnia: "O governo nunca resolve os problemas; ele os subsidia."
Com isso em mente, vejamos o estado de coisas no nosso sistema educacional. Você verá como a "solução" do governo realmente está criando valores da Nova Ordem Mundial, ao mesmo tempo em que não está resolvendo nenhum de seus objetivos originais:
1. A Renúncia da Autoridade Paterna dentro do lar está criando a situação nas escolas em que as crianças não respondem à autoridade normal. Essas crianças receberam a permissão de controlar a situação no lar. Como elas controlam seus pais em casa, acreditam que possam controlar seus professores na escola e os diretores. O resultado é a anarquia ou quase a anarquia na escola. Os professores e diretores gastam tanto tempo e esforço tentando controlar as crianças fisicamente que têm pouco tempo e/ou poucas forças restantes para lecionar.
O processo funciona mais ou menos assim:
  1. Os professores temem os diretores.
  2. Os diretores temem os inspetores.
  3. Os inspetores temem a Secretaria da Educação.
  4. A Secretaria da Educação teme os pais.
  5. Os pais temem as crianças.
  6. As crianças não temem ninguém.
2. As Famílias de Mães Solteiras São um Desastre
Mais da metade das crianças vive em casas em que o pai natural abandonou o lar, de modo que a mãe está apenas tentando se virar como pode. Ela se defronta com os seguintes problemas:
·         Autoridade — particularmente com os meninos, que tendem a reagir às tentativas de disciplina.
·         Muitas mães estão tentando encontrar estabilidade emocional em relacionamentos. A maioria desses relacionamentos é fora do casamento; de modo que ela está seguindo um estilo de vida anticristão na frente de seus filhos.
·         As crianças assistem televisão por até sete horas por dia, absorvendo todos os valores morais aberrantes.
·         A nutrição é um grande problema, porque as crianças não estão sendo alimentadas apropriadamente em casa. Até mesmo a escola oferece doces na merenda.
·         O sono é um grande problema. Isso é resultado de trabalhos de tempo parcial ou integral ou por causa de festas em casa, ou pela mãe ou pelos próprios filhos.
·         Até 90% dos adolescentes bebem durante a semana. Muitos fins de semana têm festas do barril. Quando os rapazes estão planejando uma festa do barril de fim de semana, tal festa é a única coisa que ocupa suas mentes em toda a semana. Para esses rapazes, a festa é um caminho para escapar dos problemas esmagadores em casa.
Como resultado, as crianças não estão preparadas para aprender quando vão à escola. Muitas escolas dificilmente mantêm controle físico sobre as crianças. Tanto esforço é exercido nessa área de controle que os professores não têm nenhuma energia física ou mental para mais nada. O objetivo maior de muitos professores no começo de todo dia é somente chegar em casa vivo. O objetivo de longo prazo deles é somente conseguir sua aposentadoria. Assim, quando o objetivo observável da administração é passar as crianças pelo sistema, a maioria dos professores responde com obediência. As escolas de Segundo Grau estão sob pressão para somente aprovar os alunos, sem necessariamente educar. Essa pressão vem das faculdades, dos governos estaduais e do federal, dos pais, e dos diretores das escolas. "Deus nos livre que alguma criança seja reprovada; nós a teríamos de volta no próximo ano." É muito melhor manter o sistema em movimento.
3. As Lições de Casa São um Desastre
Todos sabem que os professores estão dando consideravelmente menos lição de casa do que duas gerações atrás. Quando eu estava na escola no fim dos anos 50 e no início dos anos 60, levava para casa de uma a três horas de tarefas quase toda noite. Os professores de história e de inglês davam trabalhos que requeriam muita pesquisa e os professores de matemática e de ciências davam páginas e páginas de problemas. Eu tinha apenas uma hora de aula em casa por dia, o que não era o suficiente para completar meus deveres. Minha mãe me acompanhava para se certificar que eu conseguiria resolver todos os deveres. Finalmente, a comunicação entre os pais e os professores era contínua.
Hoje, mesmo quando os professores dão tarefas, muitas crianças fazem apenas o mínimo de esforço; não fazem nenhum esforço extra. A vasta maioria dos pais não se envolve e muito menos incentiva os filhos a serem alunos brilhantes. A comunicação entre pais e professores é tão inadequada que em muitas reuniões de pais e mestres, os professores vêem apenas alguns poucos pais. Muitos pais simplesmente não se interessam mais.
4. A Influência Cristã Foi Perdida
A influência cristã fundamentalista restritora, que foi normal em nossa história passada, desapareceu. Em minha escola, embora apenas uma pequena minoria dos professores e estudantes eram verdadeiramente nascidos de novo, os valores e os princípios cristãos orientavam a administração escolar. Pastores eram regularmente convidados para vir e falar ao corpo discente no ginásio ou em classes individuais. Os pastores eram regularmente convidados para falar nas cerimônias de formatura ou para impetrar a benção.
Os sistemas escolares de hoje sistematicamente descartaram toda a influência da igreja cristã. Nenhum ministro cristão pode mais impetrar a bênção. Nenhum professor pode mais levar a Bíblia para a classe ou ensiná-la para qualquer propósito, nem mesmo como exemplo de poesia. Esse triste estado de coisas é provavelmente resultado da apostasia das principais igrejas protestantes, que não pregam todo o Evangelho e que estão negando muitas doutrinas fundamentais.
5. Influência da Música Rock:
Em muitas escolas, se não na maioria, o comportamento das crianças está quase que fora de controle. Muitos professores e diretores põem a culpa por essa situação na influência penetrante da música Rock:
1. As letras sempre estão sugerindo comportamentos indesejáveis:
a. Sexo — Sempre apresentado de forma amoral ou imoral.
b. Violência — Tanto os meninos quanto as meninas estão virtualmente fervendo de violência. O nível de violência pessoal aflora em suas emoções. A diferença tradicional entre os meninos e meninas em níveis de violência pessoal também está desaparecendo rapidamente.
c. Satanismo — O satanismo real é predominante na maioria das escolas hoje. A música Rock incentiva e apresenta muitos símbolos satânicos. Um passeio rápido na maioria das escolas de Segundo Grau revela a situação visualmente, pois os símbolos do Rock/satanistas aparecem nas paredes, nos vestuários, nos banheiros, nos livros e nas camisetas vestidas pelos alunos.
d. Anarquia — É um dos temas principais do Rock, resultando em ainda mais dificuldade em manter a disciplina escolar adequada. A anarquia é rebelião contra a autoridade constituída, começando com Deus, mas se estendendo aos pais e aos funcionários da escola.
e. Drogas e álcool — A música Rock glorifica essa abominação, tanto nas letras quanto nos estilos de vida dos astros do Rock. Um dos sintomas da falência moral da sociedade é que as crianças não têm nenhum herói saudável sendo retratado na mídia de massa. Os heróis dos adolescentes são os astros da música Rock. Esses astros são literalmente o vômito de uma sociedade doente. Na realidade, alguns desses astros do Rock propositadamente vomitam durante suas apresentações.
2. O comportamento das crianças começa a corresponder com as letras das músicas: Surpresa, surpresa. As crianças continuamente externam os valores que aceitaram pela televisão e pela música Rock. Mas, o apóstolo Paulo disse, 2000 anos atrás: "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." [Filipenses 4:8].
3. A seqüência sincopada e repetitiva da música Rock, com seus doze semitons (dodecafonismo), criam um estado alterado de consciência nas mentes dos jovens. Depois de os adolescentes assistirem a um concerto de Rock, com seu estado alterado de influência da mente, mais as drogas e a bebida, mais a privação de sono, têm-se adolescentes que não podem aprender na manhã seguinte. Alguns professores os chamam de zumbis.
6. Influência da Imoralidade Paterna
a. Uma de cada quatro meninas e adolescentes na escola já foi molestada sexualmente, na maioria das vezes por um parente ou outro membro da família.
b. Um de cada cinco meninos já foi molestado sexualmente.
Todas as crianças instintivamente odeiam serem molestadas sexualmente. Isso destrói ainda mais qualquer possibilidade de aprendizado significativo, pois devasta as possibilidades, tanto no lar quanto na escola.
O prejuízo psicológico é severo. Essa situação destrói a confiança normal nas figuras de autoridade e produz um ódio profundo contra as pessoas especificamente, e contra a sociedade no geral. Os meninos tendem a reagir por meio de atitudes, consumindo drogas e praticando atos violentos. As meninas tendem a se tornarem sexualmente ativas. Essas vítimas jovens estão tão zangadas que querem ferir os pais destruindo aquilo que eles supostamente mais amam, seus filhos.
Muitas adolescentes deliberadamente engravidam fora do casamento para sair de casa e escapar da sua situação existente no lar. Neste ponto, o Estado e/ou o governo federal intervêm para "ajudar". Lembra-se da declaração do ex-presidente Reagan que "O governo nunca resolve os problemas; ele os subsidia."? Precisamos agora examinar:
7. O Papel do Governo na Destruição Mais Profunda do Ideal Cristão da Família, Sob o Pretexto de Resolver a Crise
Uma moça que engravida fora dos laços do matrimônio e deseja escapar de uma situação doméstica intolerável, qualifica-se para os seguintes programas: (Esses exemplos referem-se ao estado de Massachusetts; a legislação e os benefícios variam de estado para estado).
·         O Estado oferece um apartamento à mãe. A mãe obtém um AFDC (Aid To Families With Dependent Children, Auxílio para Famílias Com Crianças Dependentes). O estado a ajuda a encontrar um apartamento. Aproximadamente 80% dessa bolsa vai para pagar o aluguel. (US$ 479,00 por mês).
·         A mãe recebe tíquetes-alimentação (programa federal, US$ 150,00 por mês).
·         Muitas mães se qualificam para um Programa WIC. (Women, Infants, and Children — Mulheres e Crianças). Esse programa dá à mãe uma bolsa com a qual ela pode adquirir certa quantidade de produtos alimentícios por mês. Esse é um programa de tíquetes, que oferece US$ 50,00 por mês por criança, para comprar leite, ovos e suco de fruta.
·         Auxílio para Combustível e Energia de US$ 550,00 por trimestre, de uma verba federal. Na maioria dos casos, isso paga totalmente os gastos com combustível e com energia elétrica, durante todo o ano.
·         Plano de Saúde fornece 100% dos cuidados com a saúde, odontológicos, óculos e receitas, à mãe e às crianças.
Esses benefícios são oferecidos apenas enquanto a criança dependente tem menos de cinco anos de idade. Assim, a mãe deve engravidar outra vez em menos de cinco anos para continuar recebendo os benefícios. Isso cria um tremendo ciclo de dependência financeira e acaba incentivando um comportamento imoral e antifamiliar. De fato, esses benefícios são eliminados ou significativamente reduzidos se houver um pai que trabalhe em um emprego estável no lar.
Essas crianças são também a única fonte de afeto para a mãe. Portanto, quando a criança age de uma maneira rebelde, a mãe inexperiente pode então começar a abusar delas, ou até abandoná-las. Essas moças engravidaram pelas razões erradas no começo; agora, sua falta de habilidade no trato de uma criança em muitos casos produz um comportamento negligente, violento e abusivo com seus próprios filhos. Assim, ela cria em seu próprio lar a mesma atmosfera que existia em sua casa quando fugiu.
Muitas escolas estão tentando destruir os valores morais até mesmo entre as crianças que não estão querendo fugir de casa. Elas fazem isso por meio de programas que incentivam a atividade sexual pré-marital. Alguns desses programas são:
·         Organizações de Paternidade Planejada, que encorajam o uso de anticoncepcionais, pressupondo e legitimando a atividade sexual. Muitas organizações de Paternidade Planejada operam dentro das Escolas de Segundo Grau.
·         Atualmente, algumas escolas estão fornecendo preservativos, cumprindo os mesmos objetivos que os relacionados para a Paternidade Planejada.
·         Algumas aulas de Ciências e Saúde usam livros-texto e outros materiais que pressupõem a atividade sexual dos adolescentes. Poucos professores ou livros-texto ensinam a abstinência.
·         As escolas estão mentindo aos estudantes sobre a eficácia dos preservativos para proteger contra as doenças sexualmente transmissíveis, especialmente a AIDS. Não está sendo dito aos alunos que o vírus que causa a AIDS é pequeno o suficiente para passar com facilidade pelos preservativos. Como resultado, a atividade sexual entre os adolescentes é a mais alta de todos os tempos, junto com o nível epidêmico das DSTs. O grupo etário em que a ocorrência da AIDS é maior é entre 24 e 30 anos. Considerando-se a média de dez anos de incubação para que os sintomas da doença apareçam, a epidemia nesse grupo etário significa que a contaminação ocorreu durante os anos da adolescência.
8. A Assistência Antifamília Tornou-se um Grande Negócio Para Muitos
Governo
·         Para toda mãe dependente, existem oito burocratas que ganham a vida fornecendo assistência.
·         Para cada dólar alocado para a mãe "necessitada", os custos administrativos são 72 centavos. Portanto, para prover a mãe com US$ 500,00 mensais, o governo deve dispor de aproximadamente US$ 800,00.
·         Administradores são necessários, com o pessoal de apoio.
·         Assistentes sociais precisam monitorar a situação no lar.
·         Ela recebe aconselhamento — durante a gravidez e sobre como criar a criança, para que obtenha as habilidades necessárias para tornar-se independente um dia.
·         A mãe pode receber auxílio-creche para que possa estudar ou participar de um programa de treinamento.
Entretanto:
As mães são financeiramente penalizadas se forem trabalhar. Assim, podemos ver claramente que esses programas são projetados para fracassar no final, de modo que essa situação deplorável seja perpetuada até a implementação da Nova Ordem Mundial.
Essa é uma típica situação ardilosa, da qual não há saída. Nossos governos criaram atitudes que geraram lares abusivos, levando as adolescentes a fazerem qualquer coisa para sair. Então, o governo e o setor de serviços entram para criar uma situação que encoraje as adolescentes a resolverem esses problemas engravidando pelo menos uma vez a cada cinco anos. No entanto, como a mulher jovem é imatura, começa a abusar das crianças que trouxe ao mundo.
O resultado final é que essas crianças não obtêm educação e a forma tradicional da família é destruída. Uma vez que essa situação tenha dado seu ciclo completo, a Nova Ordem Mundial pode ser completamente estabelecida porque uma parte substancial da população não foi inculcada com os valores cristãos, ou foi inculcada com os valores da Nova Ordem Mundial. Além disso, a maioria das pessoas jovens não foi ensinada a pensar de forma crítica ou a apreciar sua herança histórica de liberdade. Um povo que não compreende por que seu governo oferece liberdades individuais é presa fácil para qualquer esforço organizado para suprimir essas liberdades. Lembre-se do ensino bíblico que o homem é inerentemente mau. Muitíssimas pessoas hoje meramente assumem que como os EUA sempre foram historicamente livres, continuarão a permanecer livres. Acredito que mais pessoas hoje fazem essa suposição cega do que em qualquer época em nossa história.
O passo final nesse processo será a implementação de um sistema educacional verdadeiramente satânico, isto é, a Nova Ordem Mundial.
O que os pais devem fazer diante dessa situação anticristã?
·         Encare seu relacionamento com Jesus Cristo com seriedade em sua vida.
·         Apresente seus filhos preciosos a Deus diariamente, orando para que sejam salvos.
·         Converse bastante com seus filhos. Você terá de "desprogramá-los" todos os dias, neutralizando a programação anticristã que receberam na escola.
·         Considere que talvez agora seja o tempo de reduzir o padrão de vida e ao mesmo tempo aumentar os padrões morais da família. Isso significa que, se possível, as mães deveriam abandonar seus empregos e ficar em casa para proteger e orientar seus filhos preciosos contra esses ataques sem precedentes.
·         Envolva-se com os professores e com o diretor da escola. Esse envolvimento paterno pode ajudar a conter a maré. Entretanto, visto que muitas escolas públicas estão começando a implementar programas questionáveis, mesmo em oposição às restrições paternas, você precisa considerar a possibilidade de oferecer Ensino a Distância aos seus filhos, isto é, educação formal no próprio lar.
O tempo em que vivemos é verdadeiramente de guerra espiritual.


Você está preparado espiritualmente? Sua família está preparada? Você está protegendo seus amados da forma adequada? Esta é a razão deste ministério, fazê-lo compreender os perigos iminentes e depois ajudá-lo a criar estratégias para advertir e proteger seus amados. Após estar bem treinado, você também pode usar seu conhecimento como um modo de abrir a porta de discussão com uma pessoa que ainda não conheça o plano da salvação. Já pude fazer isso muitas vezes e vi pessoas receberem Jesus Cristo em seus corações. Estes tempos difíceis em que vivemos também são tempos em que podemos anunciar Jesus Cristo a muitas pessoas.
Se você recebeu Jesus Cristo como seu Salvador pessoal, mas vive uma vida espiritual morna, precisa pedir perdão e renovar seus compromissos. Ele o perdoará imediatamente e encherá seu coração com a alegria do Espírito Santo de Deus. Em seguida, você precisa iniciar uma vida diária de comunhão, com oração e estudo da Bíblia.
Se você nunca colocou sua confiança em Jesus Cristo como Salvador, mas entendeu que ele é real e que o fim dos tempos está próximo, e quer receber o Dom Gratuito da Vida Eterna, pode fazer isso agora, na privacidade do seu lar. Após confiar em Jesus Cristo como seu Salvador, você nasce de novo espiritualmente e passa a ter a certeza da vida eterna nos céus, como se já estivesse lá. Assim, pode ter a certeza de que o Reino do Anticristo não o tocará espiritualmente. Se quiser saber como nascer de novo, vá para nossa Página da Salvação agora.
Esperamos que este ministério seja uma bênção em sua vida. Nosso propósito é educar e advertir as pessoas, para que vejam a vindoura Nova Ordem Mundial, o Reino do Anticristo, nas notícias do dia-a-dia.
Fale conosco direcionando sua mensagem a um dos membros da equipe de voluntários.
Se desejar visitar o site "The Cutting Edge", dê um clique aqui: http://www.cuttingedge.org
Que Deus o abençoe.
Tradução: Walter Nunes Braz Jr.
Data da publicação: 10/2/2002
Patrocinado por: V. S. — Florianópolis / SC
Revisão: http://www.TextoExato.com
A Espada do Espírito: http://www.espada.eti.br/ce1010.asp

domingo, 6 de dezembro de 2015

PORQUE QUE SÓ AGORA ESTAMOS OUVINDO FALAR DOS CASOS DE MICROCEFALIA?

SOLTO MILHÕES DE MOSQUITOS TRANSGÊNICOS MUTANTES NO BRASIL, FINANCIADOS POR BILL GATES


 Vem aí os mosquitos mutantes do eugenista Bill Gates!
O que estes globalistas assassinos planejam para o Brasil? Introduzir uma nova doença?
Milhões de mosquitos geneticamente modificados foram liberados na cidade brasileira de Piracicaba, no âmbito de uma campanha para reduzir a propagação da dengue no país.
Se trata de machos que carregam o gene mutante passando para as larvas e as matando antes que elas atinjam a idade reprodutiva, de acordo com o jornal PLoS Neglected Tropical Diseases ".
A tecnologia para combater este tipo de doença foi desenvolvida pela empresa de biotecnologia britânica Oxitec (financiada pelo milionário globalista Bill Gates), que tem uma licença para executar tais experimentos no Brasil.
Além disso, a empresa está aguardando a autorização da Agência de Alimentos e Medicamentos americana para realizar testes semelhantes na Flórida.
Os cientistas descobriram que desde abril de 2015, quando o teste começou em Piracicaba, a área de concentração máxima das transportadoras de dengue Aedes aegypti, 50% da nova geração desses mosquitos foram fecunddos por machos transgênicos.
Via: http://dissovocesabia.blogspot.com.br/2015/07/solto-milhoes-de-mosquitos-transgenicos.html
Fonte: 
http://www.iflscience.com/plants-and-animals/dengue-fighting-mosquitoes-are-suppressing-wild-populations-brazil
 
NESTE LINK VOCÊ VERÁ UMA REPORTAGEM IMPORTANTE SOBRE O VÍRUS:
 
 https://www.youtube.com/watch?v=gT3l-f51Xwo